Páginas

terça-feira, 18 de outubro de 2016

Lixão pode interditar estrada que liga Bom Conselho a Saloá.




A estrada vicinal que liga Bom Conselho a Saloá pode a qualquer momento ser interditada em virtude do lixão, localizado no município de Bom Conselho, após recebermos denúncias de nossos leitores, estivemos no local e o que presenciamos nos deixou envergonhado. São montanhas de lixo: Poeira, sujeira, moscas em toda parte. Difícil acreditar. Em pleno século XXI ainda temos pessoas que passam boa parte do dia assim, em situação degradante, ganham a vida disputando espaço com cachorros e urubus. Catam lixo em busca do que possa ser vendido para reciclagem. O pior é que a quantidade de lixo que encontra-se jogada no local praticamente já interditou essa importante estrada que dá acesso ao município de Saloá e liga todo o cinturão Verde (Zona Rural) a cidade de Bom Conselho.
         
Por lei, os lixões não podiam mais existir no país desde o final da década de 80. Há seis anos, o Plano Nacional de Resíduos Sólidos definiu um prazo para que estados e municípios preparassem medidas para garantir o destino adequado ao lixo que não pode ser reciclado: a criação de aterros sanitários que evitem a poluição do solo, do ar e, consequentemente, a situação degradante de vida dos catadores. O prazo terminou em agosto de 2014.

Por que é tão difícil acabar com o lixão?

Essa fonte de poluição é tipificada em lei como crime ambiental. Esperamos pelo menos que o poder público municipal desobstrua a estrada.


Agora, quanto acabar com o lixão e criar o aterro sanitário, somente com ajuda Divina.







Um comentário:

  1. Em relação situação em que se encontram os catadores de lixo reciclável deveria ter uma campanha para alertar a população bonconselhence, uma vez que é nossa responsabilidade separar o que lixo orgânico do reciclado, minha gente saúde é coisa séria, e isso não é responsabilidade só dos nossos governantes não! É minha, é sua, de todos os moradores.

    ResponderExcluir