Páginas

quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Hepatite C pode ser curada em 90% dos casos com novos medicamentos.

Novos medicamentos devem curar mais de 90% dos casos de hepatite C. A afirmação é da professora da Escola Paulista de Medicina da USP, Maria Lucia Ferraz.

A hepatologista comemora a resolução da Anvisa que aprovou o uso no Brasil do primeiro remédio via oral contra a doença.

A nova droga é mais eficaz no combate ao vírus e tem menos efeitos colaterais do que as injetáveis, usadas atualmente.
A professora da Escola Paulista de Medicina da USP, Maria Lucia Ferraz destaca que a substância é mais confortável para os pacientes:

O tempo de tratamento com o novo medicamento leva em média três meses. A estimativa é de que três milhões de brasileiros estejam infectados pelo vírus da Hepatite C. Deste total, nove entre dez não sabem que tem a doença que demora a manifestar sintomas.


O diagnóstico precoce é fundamental para evitar que ela avance e cause cirrose e tumor no fígado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário