Páginas

sábado, 18 de outubro de 2014

Dilma x Aécio: A eleição do vale-tudo

Trecho da reportagem de capa de ÉPOCA desta semana:



É uma mudança histórica. O país irá às urnas no domingo, dia 26 de outubro, cindido ao meio entre eleitores da presidente Dilma Rousseff (PT) e do senador Aécio Neves (PSDB), na disputa mais virulenta dos últimos 25 anos. Nunca houve situação igual. Em 1989, na primeira eleição presidencial depois da redemocratização, a disputa entre Fernando Collor e Luiz Inácio Lula da Silva foi igualmente acirrada. Mas não havia a divisão geográfica, entre Norte e Sul, nem a socioeconômica, entre mais ricos e mais pobres, como há agora.

Como agravante, os dois primeiros debates do segundo turno, na semana passada, entre Dilma e Aécio, descambaram para o território do vale-tudo, da violência verbal e da desqualificação do adversário, de uma forma como nunca fora registrada nas disputas presidenciais anteriores entre petistas e tucanos. No primeiro debate, na TV Bandeirantes, ao se referir ao escândalo de corrupção na Petrobras, Aécio falou em “mar de lama”, uma evocação, talvez involuntária, mas funesta, das denúncias de Carlos Lacerda que levaram ao suicídio do presidente Getúlio Vargas, em 1954. No debate do SBT, Dilma insinuou que Aécio estava “drogado” ou “bêbado”, ao mencionar um episódio de 2011, em que, detido numa blitz de trânsito no Rio de Janeiro, ele se recusou a se submeter ao bafômetro.


O conflito é a essência da prática política. Numa democracia, a disputa pelo poder entre grupos concorrentes passa pelo debate de ideias antagônicas sobre como governar melhor. Mas tem também uma dimensão moral, que se resume na seguinte ideia: um lado está certo, o outro está errado. Essa dimensão moral da política é menos permeada pela razão que pelos sentimentos. Eles se manifestam, muitas vezes, como indignação, raiva e até ódio. Somados, viram intolerância. Quando a intolerância subjuga o argumento, resta apenas o bate-boca. Quando dois candidatos à Presidência da República se entregam a um bate-boca em que a disputa eleitoral vira uma competição para ver quem desqualifica mais o outro, há dois problemas. Primeiro, os líderes políticos deixam de exercer seu papel educador. Segundo, sobram como lastro da disputa política as mágoas e os ressentimentos. Eles explodiram como nunca nesta eleição. Têm desfeito sociedades, separado amigos e dividido famílias.

Dia do Comerciário será comemorado segunda (20) e lojas não abrem.


Na próxima segunda-feira, dia 20, será comemorado em Pernambuco o dia do comerciário, sendo feriado para essa classe de trabalhadores. Segundo a CDL local, os estabelecimentos comerciais fecharão suas portas, aquelas que resolverem abrir, são obrigadas a darem dois dias de folgas aos funcionários.

Os bancos e repartições públicas, funcionarão normalmente.

Antecipadamente, parabenizamos a todos os comerciários, pela presteza no atendimento aos clientes e dedicação aos estabelecimentos onde exercem com dignidade sua profissão. 

Informações sobre o vírus Chikungunya.



Após recebermos mensagens dos nossos leitores solicitando maiores detalhes sobre o vírus chikungunya, que esta semana foi diagnosticado em um paciente de Pernambuco, postamos abaixo as informações coletadas do médico, Dr. Drauzio Varella, que ficou conhecido nacionalmente, após falar semanalmente sobre saúde no programa Fantástico, da exibido na Rede Globo.
  
A febre chikungunya é uma doença viral parecida com a dengue, transmitida por um mosquito comum em algumas regiões da África. Nos últimos anos, inúmeros casos da doença foram registrados em países da Ásia e da Europa. Recentemente, o vírus CHIKV foi identificado em ilhas do Caribe e na Guiana Francesa, país latino-americano que faz fronteira com o estado do Amapá.

O certo é que o chikungunya está migrando e chegou às Américas. No Brasil, a preocupação é que o Aedes aegypti e o Aedes albopictus, mosquitos transmissores da dengue e da febre amarela, têm todas as condições de espalhar esse novo vírus pelo País. Seu ciclo de transmissão é mais rápido do que o da dengue. Em no máximo sete dias a contar do momento em que foi infectado, o mosquito começa a transmitir o CHIKV para uma população que não possui anticorpos contra ele. Por isso, o objetivo é estar atento para bloquear a transmissão tão logo apareçam os primeiros casos.

Sintomas

Embora os vírus da febre chikungunya e os da dengue tenham características distintas, os sintomas das duas doenças são semelhantes.
Na fase aguda da chikungunya, a febre é alta, aparece de repente e vem acompanhada de dor de cabeça, mialgia (dor muscular), exantema (erupção na pele), conjuntivite e dor nas articulações (poliartrite). Esse é o sintoma mais característico da enfermidade: dor forte nas articulações, tão forte que chega a impedir os movimentos e pode perdurar por meses depois que a febre vai embora.

Ao contrário do que acontece com a dengue (que provoca dor no corpo todo), não existe uma forma hemorrágica da doença e é raro surgirem complicações graves, embora a artrite possa continuar ativa por muito tempo.

Diagnóstico

O diagnóstico depende de uma avaliação clínica cuidadosa e do resultado de alguns exames laboratoriais. As amostras de sangue para análise devem ser enviadas para os laboratórios de referência nacional.
Casos suspeitos de infecção pelo CHIKV devem ser notificados em até 24 horas para os órgãos oficiais dos serviços de saúde.

Tratamento

Na fase aguda, o tratamento contra a febre chikungunya é sintomático. Analgésicos e antitérmicos são indicados para aliviar os sintomas. Manter o doente bem hidratado é medida essencial para a recuperação.
Quando a febre desaparece, mas a dor nas articulações persiste, podem ser introduzidos medicamentos anti-inflamatórios e  fisioterapia.

Prevenção


Não existe vacina contra febre chikungunya. Na verdade, a prevenção consiste em adotar medidas simples no próprio domicílio e arredores que ajudem a combater a proliferação do mosquito transmissor da doença,


UPAE Garanhuns amplia atenção às mulheres no Outubro Rosa‏‎



A UPAE Profº. Antônio Simão dos Santos Figueira, a UPAE - Garanhuns, está com um olhar ainda mais especial e atenção às mulheres neste mês, dando sua contribuição ao Outubro Rosa, evento mundial que chama a atenção para a prevenção do Câncer de Mama e também do Colo do Útero.

Com médicos especialistas em Mastologia e Ginecologia, a UPAE oferece consultas, exames, como mamografia e a realização de biópsias. A UPAE integra a rede de combate ao câncer ginecológico realizando o procedimento chamado conização, que visa a retiradas de lesões pré-cancerosas do colo do útero.

O mastologista e ginecologista Dr. Paulo de Tarso e a mastologista Dra. Tereza Cristina têm feito estes atendimentos, além de passar informações que buscam a prevenção e o diagnóstico precoce às mulheres, o que facilita qualquer tratamento.

Os atendimentos são feitos aos pacientes regulados dos 21 municípios que fazem parte da V Regional de Saúde.


Para saber mais:
UPAE Prof. Antônio Simão dos Santos Figueira
Rodovia BR 423 km 96,8 - Magano - Garanhuns - PE
Coordenação Geral: Dr. Gustavo Amorim
Fone: (87) 3764.9000

sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Horário de verão inicia à zero hora do domingo.


Começa à zero hora deste domingo (19) o horário de verão, os estados das regiões Sul, Sudeste, Centro-Oeste e o Distrito Federal adiantarão os relógios em uma hora, já as regiões Norte e Nordeste, não sofrerão alterações.

Mesmo não estando no horário de verão, a população deverá ficar atenta com algumas mudanças, entre elas:
- A propaganda eleitoral gratuita sofrerá alterações, no rádio será das 6h às 06h e 20min, e das 11h às 11h e 20min. Já na televisão terá início às 12h e às 19h e 30min.
- O horário de abertura e fechamento das agências bancárias também sofrerão mudanças, Segundo a Federação Brasileira de Bancos (Febraban), a partir de segunda-feira, as agências abrirão das 9h às 14h.


Dessa vez, o horário de verão terá uma semana a mais em relação aos demais anos, para evitar que o fim da medida aconteça no carnaval. O horário de verão terminará no dia 22 de fevereiro e a expectativa do governo é economizar R$ 278 milhões.

FEBRABAN EXPLICA O ATENDIMENTO DOS BANCOS NO HORÁRIO DE VERÃO.


A Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN orienta o consumidor sobre o atendimento das agências bancárias durante o horário de verão, que começa a valer no próximo dia 19 e vai até o dia 22 de fevereiro de 2015. Vale lembrar que as instituições financeiras também irão informar os clientes por meio de cartazes e comunicados afixados nas agências.

Os Estados que aderiram ao horário de verão são: Acre (AC); Espírito Santo (ES); Goiás (GO); Mato Grosso (MT); Mato Grosso do Sul (MS); Minas Gerais (MG); Paraná (PR); Rio de Janeiro (RJ); Rio Grande do Sul (RS); de Santa Catarina (SC); de São Paulo (SP) e do Distrito Federal (DF). Dessa forma, todos deverão antecipar os relógios em sessenta minutos (1 hora).

Já os bancos localizados nas regiões não abrangidas pelo horário de verão irão antecipar o atendimento bancário em sessenta minutos (1 hora) nos seguintes Estados: Alagoas (AL); Amapá (AP); Amazonas (AM); Bahia (BA); Ceará (CE); Maranhão (MA); Pará (PA); Paraíba (PB); Pernambuco (PE); Piauí (PI); Rio Grande do Norte (RN); Rondônia (RO); Roraima (RR); Sergipe (SE) e Tocantins (TO).

Ficam de fora do horário de verão às seguintes regiões: Manaus (AM); Belém (PA) e sua região metropolitana: Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara do Pará; Fortaleza (CE) e sua região metropolitana: Aquiraz, Caucaia, Chorozinho, Euzébio, Guaiuba, Horizonte, Itaitinga, Maracanaú, Maranguape, Pacajus, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante; Recife (PE) e sua região metropolitana: Abreu e Lima; Camaragibe; Jaboatão dos Guararapes; Olinda e Paulista; Salvador (BA) e sua região metropolitana: Candeias, Camaçari, Dias D’Avila, Itaparica, Lauro de Freitas, Madre de Deus, São Francisco do Conde, Simões Filho e Vera Cruz. Portanto, os bancos localizados nas regiões citadas acima deverão manter o mesmo horário de atendimento ao cliente.

FEBRABAN – Federação Brasileira de Bancos
Diretoria de Comunicação
11 3244-9831/9942
Twitter: @febraban
imprensa@febraban.org.br

Policias Militares prendem estupradores em Teresinha



 POLICIAIS DA 3ª COMPANHIA DO 9º BPM PRENDEM ELEMENTOS POR ESTUPRO


Local do estupro.


No dia 16 de outubro de 2014, a Polícia Militar recebeu uma denúncia que a menor de iniciais D. S. T.,15 anos, não tinha retornado da escola até a sua residência.   De imediato a PM começou uma busca pela menor desaparecida. Por volta das 19:00h a menor, conseguiu ligar via celular para o seu genitor que informou a PM o local onde a menor estava.  

A PM seguiu por dentro da mata e conseguiu localizar a menor, que confessou que foi raptada e levada para uma mata, onde foi amarrada em uma árvores e estuprada pelos irmãos LEANDRO RODRIGUES VIEIRA, 25 anos e LINDOMIR RODRIGUES VIEIRA, 21 anos, os quais foram presos e estavam escondidos em um local na mata próximo ao local do estupro.
  
Os elementos foram presos em flagrante delito. A menor foi encaminhada pra o Hospital e entregue a sua família.

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Bonconselhense receberá medalha do governador de Alagoas.


O diretor André Galdino Fidélix está sendo destaque no exercício de suas funções no resgate da Escola Estadual Humberto Mendes, conhecido por "O Estadual de Palmeira dos Índios".

André receberá no próximo dia 31 de outubro, a medalha Silvio Vianna, que será entregue em ato solene, pelo governador do estado de Alagoas, Teotônio Vilela.


Galdino está entre os 10 servidores alagoanos em destaque, e foi eleito o servidor modelo 2014 na educação do estado. Essa premiação é a recompensa pelo trabalho que ele vem desenvolvendo, onde demonstra toda a sua competência. 

Análise do debate entre Dilma e Aécio no SBT.



Se até agora, a aposta de Dilma Rousseff (PT) foi na tentativa de desconstrução do gestor Aécio Neves (PSDB), no debate promovido por SBT/UOL/Jovem Pan, a presidente-candidata buscou atingir o caráter do tucano. O ápice da estratégia petista ficou claro no terceiro bloco, quando Dilma sacou uma pergunta sobre a Lei Seca no trânsito, cujo verdadeiro objetivo era lembrar o episódio em que Aécio recusou-se a fazer o teste do bafômetro durante uma blitz no Rio de Janeiro. O tiro saiu pela culatra: Aécio respondeu dizendo que ela "poderia ter sido direta" e ele mesmo mencionou o episódio. Na sequência, acusou Dilma de rebaixar o nível do debate.

"Tenha coragem de fazer a pergunta diretamente. A senhora tenta deturpar um assunto que deve ser lidado com maior clareza. Eu tive um episódio sim, em que me recusei a fazer o teste do bafômetro. Minha carteira estava vencida. Eu me arrependi, diferentemente da senhora que não se arrepende de nada. Vamos falar de coisa séria, de como melhorar a vida das pessoas. Não é possível que a senhora queira fazer a campanha mais suja que já se viu. Quando a senhora ofende a mim, ofende a minha família, a senhora ofende todos os brasileiros que querem mudança", disse. Contrariando as regras do debate, a plateia aplaudiu.

Na mais acirrada campanha desde a redemocratização, o duríssimo debate entre Dilma e Aécio foi pontuado por acusações de corrupção e nepotismo. A temperatura subiu quando as duas campanhas prepararam “perguntas-surpresas”, sobre temas que não haviam sido abordados nos confrontos anteriores na televisão – no caso da petista, o ataque pessoal ao tucano.
Confrontado no debate anterior, da TV Bandeirantes, com o fato de que sua irmã, Andrea Neves, trabalhou no governo de Minas Gerais quando ele administrou o Estado, Aécio Neves disse que que ela exercia trabalho voluntário e não remunerado. Em seguida, apontou a nomeação do irmão de Dilma, Igor Rousseff, para um cargo de assessor da prefeitura de Belo Horizonte na gestão do petista Fernando Pimentel.

Os 15,2 milhões de votos de Minas Gerais também voltaram ao centro do debate. Em todos os blocos, a petista tentou apontar números desfavoráveis dos governos de Aécio ou mencionou o Estado lateralmente. O tucano reclamou: “Quem ligar a televisão desavisadamente agora vai achar que a senhora quer ser governadora de Minas Gerais ou prefeita de Belo Horizonte”. A petista reagiu dizendo que Aécio "quer falar em nome de Minas Gerais" e voltou a citar areportagem do jornal Folha de S. Paulo, segundo a qual ele construiu um aeroporto na cidade mineira de Cláudio em terras de familiares – ele diz que a área é pública. "Querendo ou não tergiversar sobre esse assunto, é errado colocar um aeroporto na fazenda de um tio", disse Dilma, numa das sucessivas falas em que empregou tom professoral.

Aécio insistiu na linha de que a campanha petista propagandeia mentiras: "A sua campanha é a campanha da mentira. O Brasil não merece a campanha que a senhora quer fazer". O tucano também citou a profusão de escândalos que assolam a Petrobras. Duas vezes, ele lembrou que o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, foi apontado pelo delator do esquema de propina na estatal, Paulo Roberto Costa, como um dos destinatários dos recursos desviados dos cofres da empresa. Além disso, também lembrou que Vaccari tem assento no conselho de administração de Itaipu Binacional. Dilma, entretanto, tinha uma carta na manga desta vez: citou a reportagem da Folha de São Paulo na qual Costa diz que pagou propina ao ex-presidente do PSDB, Sergio Guerra, morto em março deste ano, para que ele ajudasse a esvaziar uma CPI que investigava a estatal em 2009.

Dilma também tentou relembrar denúncias antigas envolvendo o PSDB: "Onde estão os corruptos da privataria tucana?". Aécio devolveu: "Onde estão os corruptos do seu partido? Estão presos". E mencionou os mensaleiros: "O presidente do seu partido (José Genoino) foi preso, o tesoureiro (Delúbio Soares) e o ex-ministro da Casa Civil [José Dirceu] foram presos".


Fonte: Veja

Presidenta Dilma passa mal após debate no SBT. Assista ao vídeo.


A candidata do PT, Dilma Rousseff, teve um mal-estar no momento em que concedia entrevista para uma repórter do SBT, logo após o debate com o adversário Aécio Neves (PSDB). "Não estou me sentindo bem. Minha pressão caiu", disse a presidente para a jornalista enquanto respondia uma pergunta ao vivo na emissora. Rapidamente assessores da petista a rodearam e fizeram com que ela sentasse em uma cadeira, a mesma que foi utilizada por ela durante o debate contra o tucano.

Visivelmente constrangida com a situação, a repórter da emissora chamou, então, o link para o comentarista político da emissora, Kennedy Alencar, que deu prosseguimento à transmissão. 

Segundo a assessoria da presidente, ela teve uma oscilação da pressão arterial. Dilma não teria se alimentado bem ao longo do dia. Por meio da sua conta no Twitter a presidente comentou o ocorrido: "Tive uma leve queda de pressão, mas estou muito bem. Quero agradecer a preocupação de todos vocês".

Caso de Chikungunya é confirmado em Pernambuco.


A Secretaria Estadual de Saúde (SES) decidiu antecipar para a próxima semana as ações de controle do mosquito Aedes aegypti, inicialmente previstas para novembro, depois de confirmar o primeiro caso de infecção pelo vírus chikungunya em Pernambuco. O paciente, um missionário oriundo da República Dominicana, já está curado. Outras cinco pessoas apresentaram sintomas da doença, que parece com a dengue, mas o segundo exame delas ainda não está pronto. A primeira avaliação deu resultado negativo.

A diretora-geral de Controle de Doenças e Agravos da SES, Roselene Hans, esclareceu que nenhuma transmissão ocorreu dentro do estado, os chamados casos autóctones, o que significa que não há vírus circulando em Pernambuco. O Aedes aegypti pode transmitir a dengue e a chikungunya ao mesmo tempo. A orientação é controlar os focos do mosquito e procurar o posto de saúde se há suspeita. Ontem, representantes das vigilâncias epidemiológicas participaram de um encontro sobre ações de combate.

Os pacientes foram infectados na Bahia, República Dominicana e África. A SES ainda não sabe em qual país africano o doente teria contraído a doença.

Clarão no céu do Recife assusta população - Assista ao Vídeo.


Um clarão no céu da Região Metropolitana do Recife e de algumas cidades do estado na noite da quarta-feira (15) deixou moradores impressionados. Segundo a Sociedade Astronômica do Recife (SAR), a alta luminosidade foi provocada por um bólido, um grande meteoro que possivelmente veio de uma chuva de meteoros da constelação de Orion. Para o Observatório Alto da Sé, em Olinda, o bólido pode ser formado por um meteoro ou lixo espacial. Na manhã desta quinta-feira (16), os comentários nas redes sociais sobre o fenômeno eram recorrentes e muitas pessoas afirmavam também terem visto o clarão no interior de Pernambuco, na Paraíba, Alagoas e no Rio Grande do Norte.



Nas imagens das câmeras de monitoramento da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) é possível ver o exato momento em que o clarão toma conta do céu, às 22h19 da noite da quarta-feira. As imagens mostram a Avenida Agamenon Magalhães, uma das principais vias do Recife, na área central da cidade (ver vídeo acima).

De acordo com o coordenador do Observatório Alto da Sé, Alexandre Evangelista, a queda do bólido foi registrada por volta das 22h30 e foi possível ver na RMR e outras localidades do estado. "Não temos registros porque foi tarde e em dia de semana. Chamamos de bólido quando pode ser proveniente de um meteoro ou lixo espacial. Para ter a confirmação é preciso fazer um estudo das imagens, checar se ficaram vestígios sólidos no solo", afirma. Também chamado de bola de fogo, o fenômeno foi visto pela última vez pelo Observatório em 2012. "Caiu próximo da praia de Maragogi, em alto mar. Foi visível no sul da Paraíba, Pernambuco e até Alagoas", lembra Evangelista.


Segundo astrônomo Everaldo Faustino, da SAR, o bólido era composto por um meteoro. Ele conta que os meteoros costumam cair todos os dias, mas não com essa magnitude de brilho. “O que conhecemos por estrela cadente são, na verdade, meteoros se desprendendo de constelações, ou se deslocando no espaço. O bólido é nada mais que um grande meteoro. Devido à grande velocidade que ele entrou na atmosfera, eles aquecem, tem o impacto e o contato com o ar daqui, que é diferente do vácuo onde eles estavam. Ele atinge uma temperatura alta e, a partir disso, eles emitem luz”, explica.

Alguns podem atingir o tamanho de um carro, mas o bólido que caiu na quarta deve ter um tamanho pequeno, segundo Faustino. “A gente não sabe se ele chegou a cair no solo ou se veio fragmentado, se desintegrou. Não é comum cair em zonas urbanas, temos pouquíssimos relatos de terem caído em cima de casas ou pessoas. É provável que esse, se tiver caído, tenha caído no mar”, aponta o astrônomo.

Ainda de acordo com Everaldo Faustino, não é comum a queda de um bólido, principalmente com o brilho do que foi registrado. “Pesquisadores já tinham visto a data específica que iria ter uma chuva de meteoros, a chamada orionídeo”, afirma. Ele explica que o radiante – ponto onde os meteoros “nascem” – dos orionídeos é a constelação de Orion, à qual a chuva faz referência. “Existem várias chuvas de meteoros no ano, mas tem algumas que são excepcionais, como o orionídeo. A gente não esperava que caíssem com essa intensidade de brilho”, conclui o astrônomo.

Hoje (16), tem debate entre Dilma e Aécio no SBT.


O SBT promove nesta quinta, 16 de outubro, às 18h, o debate do segundo turno com os candidatos à Presidência da República, Aécio Neves e Dilma Rousseff, com a apresentação e mediação do jornalista Carlos Nascimento. Transmitido ao vivo pela emissora, pelo portal UOL e pela rádio Jovem Pan, terá a duração total de uma hora e vinte minutos, dividido em três blocos, com dois intervalos de quatro minutos cada um.
 
O primeiro e segundo blocos serão compostos por quatro rodadas de perguntas livres entre os candidatos. Os tempos determinados para pergunta, resposta, réplica e tréplica são os seguintes: pergunta – 1 minuto ; resposta – 2 minutos; réplica – 1 minuto; e tréplica – 1 minuto. O terceiro bloco também terá quatro rodadas de perguntas seguido das considerações finais, onde os candidatos terão um minuto e meio cada um.
 
Ficaram definidos por sorteio: a posição de cada candidato no estúdio, a ordem das perguntas e a ordem das considerações finais.

Tentativa de rapto é impedida em Bom Conselho.



Uma jovem estudante de 22 anos, trafegava pela Rua Vidal de Negreiros, na última terça-feira (14), por volta das 23 horas, quando um homem pilotando uma moto Honda NXR- 150 Bros, tentou agarrar e forcá-la a subir em sua moto, ele não aceitou, e o indivíduo tentou levá-la a força. Segundo informações houve a intervenção de dois homens, que evitaram que houvesse êxito na ação.

A Polícia Militar foi acionada, e de acordo com os dados, localizaram a vítima e logo em seguida detiveram o agressor. Após verificarem os documentos e consultarem o sistema de dados, tratava-se de Alisson Rodrigues Silva, de 24 anos, com passagem de acorde a Ficha de cadastro Criminal, enquadrado na Lei Maria da Penha.

Todos os envolvidos foram encaminhados para a 18º DESEC-Garanhuns, onde foram tomadas as medidas cabíveis. O agressor foi atuado em flagrante delito.

Obs. Afim de resguardar a jovem que sofreu o ataque, não divulgamos o seu nome.

Com informações da Polícia Militar.

COLUNA ENSAIO GERAL: PRESEPADAS DE ALGACYR PARTE I

Coluna Ensaio Geral
Por: Alexandre Tenório


                  
  AS PRESEPADAS DE ALGACYR - 
PARTE I - A CHEGADA

       O tradicional cartório de dona Primavera situado na Praça João Pessoa ficou sem titular, devido o seu falecimento. O povo de Bom Conselho passou a viver a expectativa de quem assumiria o cartório. Certo tempo depois começou a mudar o cartório, ele saiu do ponto em que estava estabelecido por mais de 60 anos (na casa do Capitão Lizimaco) para um novo ponto comercial enfrente ao antigo cartório, ou seja, ficou na mesma Praça João Pessoa.
       Então chega a nossa cidade o novo TABELIÃO, era um jovem de cor morena clara, cabeça grande, cara redonda e estatura mediana. A sua aparência tinha haver com o povo do sertão, e realmente ele era do sertão, da cidade de Salgueiro. Aos poucos fomos sabendo mais sobre o cidadão, o seu pai tinha tido cartório em Salgueiro, ele tinha estudado para medicina e deixou, era torcedor de Náutico e num momento de lucidez mudou para o Sport, e por ai vai. Em pouco tempo este cidadão que se chamava “Algacyr Fernandes Barros” tornou-se um amigo de todos, muito espirituoso, começou a aprontar para aqueles que ele passou a ter intimidade.     
       O bar de Géo passou a ser o segundo ponto comercial de Algacyr, o primeiro era o cartório obviamente e passando duas casas o bar de Géo, quem quisesse encontrar Algacyr podia ir para algum destes dois lugares que encontrava o nosso amigo. Algacyr fez uma grande amizade com Géo e consequentemente com dona Carmem (mãe de Géo) que naquela época era o braço direito do filho (dona Carmem depois de uma longa enfermidade veio a falecer há poucos dias).
       Em pouco tempo na nossa cidade, Algacyr já se sentia um bom-conselhense, e o nosso povo também o considerava um deles. Algacyr recebe da nossa câmara municipal o título de CIDADÃO BOM-CONSELHENSE, que até agora não foi entregue.
       Estive conversando com o presidente da câmara e ele me garantiu que os vários títulos que até agora não foram entregue, serão brevemente entregue, numa grande festa em nossa cidade, estamos aguardando esta atitude positiva do presidente Geninho Tavares.
       Na próxima semana eu iniciarei as histórias engraçada deste grande amigo, Algacyr Fernandes.

quarta-feira, 15 de outubro de 2014

Homenagem ao dia do professor.




Dia do Sofressor?
Por: Carlos Sena

Hoje é dia do Professor. Poderia dizer "dia do Sofressor" - mas, prefiro dizer mesmo Professor. Embora saiba que sofrer tenha sido um pouco do dia-a-dia. Um sofrer consciente pela crença de que "entre pedras também nascem flores". Por isso prefiro hoje uma prosa alegre, igual a alegria que tem o professor ao ver uma criança pronunciando as primeiras sílabas. 

Talvez as festas em homenagens aos professores sejam minguadas. Talvez um presentinho sequer não se dê ao professor nesta data. Mas ele comemora por dentro em seu silêncio - porque na lógica do silêncio que se consente a si mesmo, o presente maior que o professor pode receber é dado pela sua consciência. Consciência leve por saber que educar conduz as pessoas para sua libertação, desde que não se queira fazer da educação um bico. Acima de tudo por saber que ser professor é dispor dentro de si um altruísmo diferenciado que, certamente, provém direto de Deus.


BRF leva gincana de sustentabilidade a escola em Bom Conselho.

Ação faz parte da sétima edição do Programa Ação Voluntários BRF; o tema deste semestre será “economia verde”


As comunidades próximas à unidade da BRF em Bom Conselho (PE) vão receber atividades de incentivo a práticas saudáveis e sustentáveis no próximo fim de semana. A gincana “Meio Ambiente – Economia Verde” conta com a organização da unidade da BRF no município e do Instituto BRF, em parceria com a Escola Dom Edgar Caricio de Gouveia e líderes da Comunidade São Vicente. A ação acontecerá na própria escola, no dia 19 de outubro, das 13h às 17h, e vai beneficiar cerca de 250 pessoas com a participação de 30 voluntários.

O objetivo do encontro é estimular a formação de consciência ecológica, difundir conhecimentos e informações para que os alunos da escola e da comunidade possam conviver e integrar-se melhor com o meio ambiente. Além disso, o evento busca fazer com que os participantes reavaliem sua relação com processos de gestão e economia de água.

Ação Voluntários BRF
A 7ª edição da Ação Voluntários BRF deve alcançar mais de 30 municípios em nove estados do Brasil. O evento é promovido pelo Instituto BRF e pela BRF nas cidades onde estão instaladas suas unidades produtivas, sedes administrativas e centros de distribuição. A expectativa é que mais de dois mil voluntários participem das ações desta edição.
A proposta desta ação é contribuir para que as comunidades sejam mais saudáveis, mais inclusivas e mais sustentáveis. Para isso, os voluntários promoverão atividades com o tema “economia verde” em espaços públicos, escolas e organizações parceiras do Programa Voluntários BRF. Cada ação é proposta pelo Comitê de Desenvolvimento Local da unidade BRF no município, que a elabora em parceria com os voluntários e parceiros, respeitando o conhecimento local e os objetivos de desenvolvimento de cada comunidade. No site www.voluntariosbrf.com é possível conhecer as ações realizadas nos municípios, fazer o cadastro de candidatos a parceiros do programa e também de organizações que queiram ser beneficiadas.

Serviço:
Gincana “Meio Ambiente – Economia Verde”;
Dia/hora: 19 de outubro, das 13h às 17h;
Local: Escola Dom Edgar Caricio de Gouveia;

Sobre o Instituto BRF
O Instituto BRF foi fundado em março de 2012 com o objetivo de coordenar a gestão do investimento social da BRF em parceria com a própria companhia para a promoção do desenvolvimento das comunidades das quais a BRF faz parte. Todo o planejamento e todas as ações de investimento social e relacionamento com a comunidade são desenvolvidas e geridas de forma compartilhada pela equipe do IBRF e pelos membros dos Comitês de Desenvolvimento Local, grupos de funcionários das unidades produtivas, sedes administrativas e centros de distribuição presentes nos municípios beneficiados pelo investimento social da companhia.

Sobre a BRF

A BRF, detentora das marcas Sadia, Perdigão, Qualy, Batavo e Elegê, é uma das maiores exportadoras mundiais de aves e uma das principais captadoras de leite e processadora de lácteos do Brasil. A empresa possui cerca de 110 mil funcionários, conta com 49 unidades industriais no Brasil e onze no exterior (9 Argentina, 1 Inglaterra e 1 Holanda), além de 28 centros de distribuição que abrangem todo território nacional. Hoje, a BRF exporta seus produtos para mais de 110 países e detém um portfólio superior a 5.000 itens, entre os segmentos de carnes, lácteos, margarinas, massas, pratos congelados e vegetais congelados. Em 2013, a companhia registrou faturamento líquido de R$ 30,5 bilhões.

Ainda sobre o debate Band para presidente, 2º turno. Afinal de contas, quem criou os programas sociais (Bolsa Família)?


Quem criou o Bolsa Família foi Fernando Henrique Cardoso, não Lula. “Mas o programa tinha esse nome?” Não! Quem lhe deu esse apelido foi, sim, o ex-presidente Lula. Mas uma coisa não passa a ser outra porque alguém lhe mudou o nome. Como diria Julieta, a adolescente de Shakespeare, a rosa continuaria a cheirar bem se tivesse outro nome, não é mesmo? Dilma precisa ler Shakespere.

Precisa ler, inclusive, o texto da Medida Provisória que impôs a unificação dos programas de transferência de renda criados por FHC, em outubro de 2003, depois convertida na lei 10.836, de 9 de janeiro de 2004.

Transcrito abaixo:
“programa de que trata o caput tem por finalidade a unificação dos procedimentos de gestão e execução das ações de transferência de renda do Governo Federal, especialmente as do Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Educação – “Bolsa Escola”, instituído pela Lei n.° 10.219, de 11 de abril de 2001, do Programa Nacional de Acesso à Alimentação – PNAA, criado pela Lei n.° 10.689, de 13 de junho de 2003, do Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Saúde – “Bolsa Alimentação”, instituído pela medida provisória n.° 2.206-1, de 6 de setembro de 2001, do Programa Auxílio-Gás, instituído pelo Decreto n.° 4.102, de 24 de janeiro de 2002, e do Cadastramento Único do Governo Federal, instituído pelo Decreto n.° 3.877, de 24 de julho de 2001.


Fica claro que o Bolsa Família é a unificação do Bolsa Escola, criado em abril de 2001; do Bolsa Alimentação criado em setembro de 2001 e do Auxílio Gás, criado em janeiro de 2002. Até o Fome Zero de Lula, inventado em junho de 2003, entrou na história, sem nunca ter existido. Mais: o texto deixa claro que a unificação do cadastro dos assistidos também já havia começado — a lei é de junho de 2001.

Atenção! À diferença do que disse Dilma, aqueles programas alcançavam cinco milhões de famílias — não de pessoas! Portanto, já chegavam a algo em torno de 25 milhões de indivíduos. O PSDB não fez propaganda do programa na eleição de 2002 porque pareceu ao partido que seria uma forma de exploração eleitoreira da pobreza. O PT não tem esses pruridos.

Reconhecimento
No evento de lançamento do Bolsa Família, na presença do então governador de Goiás, o tucano Marconi Perillo, Lula reconheceu que foi este quem lhe deu a ideia de juntar tudo num programa só. O petista o elogia por isso e diz que o estado está avançado na concessão desses benefícios. Acreditem no vídeo, não em mim. 


Petistas costumam dizer também que os tucanos são contra o programa que eles próprios criaram e que o consideram uma esmola, que deixaria o povo preguiçoso. Mais uma vez, é preciso corrigir a história.
No dia 9 de abril de 2003, ao lado de Ciro Gomes, seu ministro da Integração Nacional, Lula fez o seguinte discurso contra o Bolsa Família:


Eu, um dia desses, Ciro (Gomes, ministro da Integração Nacional)estava em Cabedelo, na Paraíba, e tinha um encontro com os trabalhadores rurais, Manoel Serra [presidente da Contag - Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura], e um deles falava assim para mim: “Lula, sabe o que está acontecendo aqui, na nossa região? O povo está acostumado a receber muita coisa de favor. Antigamente, quando chovia, o povo logo corria para plantar o seu feijão, o seu milho, a sua macaxeira, porque ele sabia que ia colher, alguns meses depois. E, agora, tem gente que já não quer mais isso porque fica esperando o ‘vale-isso’, o ‘vale-aquilo’, as coisas que o Governo criou para dar para as pessoas.” Acho que isso não contribui com as reformas estruturais que o Brasil precisa ter para que as pessoas possam viver condignamente, às custas do seu trabalho. Eu sempre disse que não há nada mais digno para um homem e para uma mulher do que levantar de manhã, trabalhar e, no final do mês ou no final da colheita, poder comer às custas do seu trabalho, às custas daquilo que produziu, às custas daquilo que plantou. Isso é o que dá dignidade. Isso é o que faz as pessoas andarem de cabeça erguida. Isso é o que faz as pessoas aprenderem a escolher melhor quem é seu candidato a vereador, a prefeito, a deputado, a senador, a governador, a presidente da República. Isso é o que motiva as pessoas a quererem aprender um pouco mais.

Segundo Lula, como veem, “antigamente, quando chovia, o povo logo corria para plantar o seu feijão, o seu milho, a sua macaxeira, porque ele sabia que ia colher, alguns meses depois. E, agora, tem gente que já não quer mais isso porque fica esperando o ‘vale-isso’, o ‘vale-aquilo’, as coisas que o Governo criou para dar para as pessoas.”

Ou seja, o ex-presidente achava que programa de bolsa deixava o povo vagabundo. É que, em abril de 2003, ele ainda queria implementar o seu Fome Zero, que nunca saiu do papel.

Se outra prova faltasse, no ano 2000, num programa na TV, Lula ataca todas as concessões que o governo fazia aos pobres, considerando-as esmolas que, segundo ele, comprovam a sua consciência. Vejam.




No debate, Dilma chamou de fabulação a história de que foi FHC quem criou o Bolsa Família. Foi, sim! Afinal, Romeu seria Romeu ainda que tivesse outro nome. A rosa teria igual perfume ainda que fosse conhecida por outro substantivo. E o Bolsa Família já era o Bolsa Família quando era chamado de modo diferente, no governo tucano. E atendia 25 milhões de pessoas, não cinco milhões.

Isso tudo são apenas fatos comprovados e documentados.

Análise do debate Band entre Aécio e Dilma no 2º turno (Parte 2)



O embate, desta feita, foi duro. O momento mais tenso foi quando Aécio pediu que Dilma olhasse nos seus olhos e disparou: “Não seja leviana. A senhora está sendo leviana”. A petista se calou. Ela o havia acusado de construir um aeroporto em terras de familiares, o que, de fato, é falso, já que a área tinha sido desapropriada. Tanto é assim que o Ministério Público recusou a denúncia criminal, e o Tribunal Superior Eleitoral proibiu que a campanha de Dilma explorasse o assunto no horário eleitoral.A petista sacou o aeroporto quando ficou sem resposta diante das evidências de corrupção na Petrobras. Aécio acusou a adversária de não demonstrar indignação e cobrou uma, como direi?, inverdade que ela vive repetindo: a de que demitiu Paulo Roberto Costa da Petrobras. Não! Ele é que pediu demissão, e a ata que registra a sua saída o saúda pelos serviços prestados. O tucano poderia ter lembrado, adicionalmente, que ela deu um novo emprego a Nestor Cerveró depois que ele já havia deixado a empresa: o de diretor financeiro da BR Distribuidora. Segundo Costa e Alberto Youssef, Cerveró era o operador do PMDB na estatal.

Dilma também usou o Mapa da Violência para afirmar que, na gestão Aécio, o índice de homicídios disparou em Minas. É falso. Ele governou o Estado entre 2003 e 2010. No período, segundo o Mapa, os mortos por 100 mil habitantes caíram em Belo Horizonte de 57,6 para 34,9; no Estado, de 20,6 para 18,1. Não acreditem em mim, mas no documento citado por Dilma. Eles estão aí abaixo.



Porto em Cuba

Dilma se enrolou para explicar o financiamento, pelo BNDES, de um porto em Cuba. Não disse, afinal de contas, por que os dados dessa operação são considerados secretos. Afirmou que a ação foi benéfica para empresas brasileiras, sem conseguir explicar por que os portos aqui no nosso país estão em petição de miséria.

Mais uma vez, voltou a ser assombrada pela inflação e pela frase seu secretário de política econômica, que sugeriu que os brasileiros trocassem carne por ovo ou frango. A candidata deixou boa parte dos telespectadores boiando quando afirmou que a inflação se explica em razão de um “choque de oferta” de carne e energia. Em português, ela quis dizer que esses são produtos escassos neste momento, mas que tudo vai passar. Curioso! O governista Delfim Netto já dava essa explicação em abril deste ano. Estamos em outubro. Naquele caso, o choque de oferta era de outros produtos. Pois é… De choque de oferta em choque de oferta, a inflação vai ficando. A ser assim, alguém ainda nos sugerirá que troquemos os ovos pelas moscas.

Mas isso tudo foi fichinha perto do espetáculo de sandices “no que se refere”, como diria Dilma, ao Bolsa Família e ao ensino técnico. 
Há eleitores que votam em quem tem o melhor desempenho? Se há, Aécio pode comemorar. Até porque pegou Dilma no contrapé quando afirmou que parecia um debate entre dois candidatos de oposição. Afinal, ali estava a petista a prometer mudanças se reeleita. O que nunca entendi é por que não começa a mudar agora. Afinal, ela já é presidente da República.

Por:
Reinaldo Azevedo
Colunista da Veja.



Análise do debate Band entre Aécio e Dilma no 2º turno. (Parte 1).


No primeiro dos quatro confrontos diretos que travarão na TV até o próximo dia 26, os candidatos à Presidência da República Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB) repetiram a linha das campanhas no horário eleitoral e trocaram ataques esperados no debate da TV Bandeirantes, na noite desta terça-feira. Não por acaso, as inserções eleitorais exibidas nos intervalos comerciais da emissora deixaram a impressão de que o debate não havia sido interrompido a cada bloco.

Em desvantagem na primeira rodada de pesquisas, Dilma Rousseff escolheu dois temas prioritários para sua artilharia: atacar o economista Armínio Fraga, ex-presidente do Banco Central no governo Fernando Henrique Cardoso e previamente anunciado por Aécio como futuro ministro da Fazenda se eleito, e criticar a gestão do tucano quando governador de Minas Gerais. Aécio devolveu citando a corrupção na administração do PT, pontuando escândalos recentes revelados na Petrobras, e apontando o terrorismo eleitoral propagandeado pelo PT sobre o fim do Bolsa Família se Dilma não for reeleita.

O momento mais quente foi justamente quando a corrupção esteve em tela. O tucano questionou a petista sobre a corrupção na Petrobras. Dilma rebateu citando denúncias e investigações na administração FHC. "Ninguém foi punido", disse ela. Aécio reagiu: "Não queira nos igualar. O que acontece na Petrobras jamais foi visto". A petista devolveu citando a denúncia de que Aécio construiu um aeroporto para beneficiar um familiar em Minas Gerais. "O senhor sabe o que é improbidade administrativa?". E depois de uma intensa troca de perguntas e respostas girando sobre o mesmo tema – com duas reclamações de cada lado sobre "leviandade" nas respostas --, o tucano disparou a frase mais dura: “O seu governo é um mar de lama”.

Minas Gerais – O primeiro debate também foi claro sobre o peso do eleitorado de Minas Gerais nas eleições deste ano. Segundo colégio eleitoral do país (15,2 milhões de votos, ou 10,6% do eleitorado), Minas é berço do tucano, que administrou e deixou o governo com 92% de aprovação, mas acabou derrotado neste ano pela petista no primeiro turno – além disso, Fernando Pimentel (PT) venceu Pimenta da Veiga (PSDB) na disputa local. A exemplo da propaganda na TV, Dilma apostou na tentativa de desconstruir os dois mandatos de Aécio à frente do governo mineiro. Disse que o estado desviou 7,6 milhões de reais da saúde, que Minas tem o terceiro pior desempenho no serviço do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e cutucou: “O senhor perdeu as eleições em Minas Gerais no primeiro turno”.

Aécio usou seu tempo para reagir ao discurso do medo empregado na propaganda petista – e em alguns momentos pela própria candidata no debate. No quarto bloco, ela afirmou que a eleição do adversário representaria o aumento do desemprego. O tucano cortou: “Novamente o discurso do medo. Mas o medo hoje da sociedade é de o PT governar mais quatro anos”. Mais cedo, ele havia aproveitado o discurso do medo para citar nominalmente a candidata derrotada Marina Silva (PSB), que o apoia na etapa final,  e o ex-governador Eduardo Campos, morto em tragédia aérea: “Sua campanha é feita de ataques e ofensas, foi assim com Eduardo, com Marina e agora comigo. A senhora não se arrepende de ter feito uma campanha com ataques tão cruéis aos adversários?”.

Nunca antes num debate presidencial se falou tanto de um estado: Minas Gerais. Dilma tentou justificar a insistência: "Estamos discutindo muito Minas Gerais porque o senhor governou Minas. E eu não saí de Minas a passeio, sai porque fui perseguida pela ditadura". Aécio respondeu dizendo que a presidente está mais preocupada com Minas nestas eleições do que nas últimas décadas – Dilma é mineira, mas sua trajetória política foi construída no Rio Grande do Sul, inicialmente no PDT brizolista, depois no PT. Com seus redutos devidamente administrados nas urnas no primeiro turno, os 15,2 milhões de votos dos mineiros parecem decisivos para os candidatos nos onze dias até a eleição.

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Abertura do 24º Feteag, em Caruaru, é nesta QUARTA-FEIRA

Começa nesta quarta-feira, dia 15 de outubro, o 24º Feteag (Festival de Teatro do Agreste), em Caruaru, com debate sobre o tema “A poética feminina na cena” e exibição do curta-metragem “A Felicidade Não é Deste Mundo”, da cineasta pernambucana Séphora Silva. A entrada é franca.





A partir desta quarta-feira, dia 15 de outubro, e até o dia 25 deste mês, Caruaru vai receber o 24º Feteag (Festival de Teatro do Agreste), realização do grupo Teatro Experimental de Arte (TEA) que conta com o incentivo do Funcultura/Governo do Estado de Pernambuco e apoio do SESC Pernambuco, Assartic (Associação dos Artistas de Caruaru) e Prefeitura Municipal da cidade. Apresentando Mostra Profissional, Mostra Estudantil, além da promoção de oficinas e debates, o evento vai estar distribuído por sete espaços diferentes, além de promover uma performance pelas ruas do centro de Caruaru.

A abertura oficial do evento acontecerá nesta quarta-feira, no Museu do Barro Espaço Zé Caboclo (Praça Coronel José de Vasconcelos, 100, Centro), às 20h, com uma mesa de debate sobre o tema “Ao Olhar Delas: A Poética Feminina em Cena”, com a participação das atrizes Ester Laccava (SP), Roberta Nascimento (BA) e da cineasta Séphora Silva (PE), além da mediação da atriz e diretora caruaruense Maria Alves. Também será exibido o curta-metragem “A Felicidade Não é Deste Mundo”, de Séphora Silva, tendo como protagonista a atriz Hilda Torres. Trata-se de uma ficção sobre Anita, uma mulher jovem com traços de envelhecimento precoce, fruto dos sofrimentos causados pela morte de seu filho e seu marido. Ela é a personificação da loucura gerada pela incapacidade de enfrentamento de situações, de perdas de entes queridos. Numa corrida desenfreada, Anita tenta retornar a um momento de outrora onde julga poder recuperar a felicidade perdida ou interrompida. “É como se voltando a um determinado lugar e tempo, construído apenas no seu imaginário, ela pudesse iniciar tudo de novo e mudar o rumo dos acontecimentos", diz a cineasta Séphora Silva.

No total, o 24º FETEAG vai contar com 25 apresentações teatrais, sendo 15 na Mostra Profissional e dez na Mostra Estudantil. A entrada é sempre franca, com ingressos distribuídos nos locais de apresentação 1h antes de cada sessão. Mais informações e programação completa no site www.feteag.com.br

Fotos do curta-metragem "A Felicidade Não é Deste Mundo".

Crédito das fotos: Ana Teresa Quesado.

Velório e Sepultamento de Adriano Bernardo.


Faleceu no dia de hoje (13), Adriano Bernardo, filho do ex-presidente e baluarte do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Conselho, Aluízio Bernardo.


Adriano permaneceu internado em um hospital de Garanhuns durante dias, devido a uma anemia profunda, voltando para casa, a poucos dias.

O corpo será velado na Rua Aluízio Barbosa de Lima, de onde sairá às 17 horas de amanhã (15), o cortejo fúnebre, em direção ao cemitério Santa Marta, localizado na cidade de Bom Conselho.   

Sepultamento de Frei Dimas.



Foi sepultado hoje as 10:30 na cidade de Caruaru no cemitério Parque Dos Arcos José Marleno Ferreira De Melo (Frei Dimas ).

Na presença de familiares padres capuchinho  e amigos Bonconselhense ao discurso de Décio Guimarães e ao toque do silêncio por Gerseraldo.

 (Fotos Hercules Meneses )

STR de Luto: Faleceu Adriano Bernardo.



Faleceu na tarde de hoje (14), na cidade de Garanhuns, Adriano Bernardo, filho do ex-presidente e baluarte do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Bom Conselho, Aluízio Bernardo.

Adriano permaneceu internado em um hospital de Garanhuns durante dias, devido a uma anemia profunda, voltando para casa, a poucos dias.


O velório e sepultamento ainda não foi definido, o corpo encontra-se em Garanhuns.

Domingo marcado por assassinatos no agreste pernambucano.

Um verdadeiro dia de fúria sangrenta, aconteceu no último domingo, dia 12, nas cidade de Garanhuns, Canhotinho, Lajedo e Capoeiras.



O último domingo, onde foi comemorado o dia das crianças e foi feriado nacional em homenagem a Padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida. Cinco homens foram assassinados no Agreste Meridional, este dia 12 de outubro, está sendo considerado o mais violento dia deste ano de 2014. Os homicídios foram registrados em Garanhuns - o vigésimo só neste ano - e nas cidades de Canhotinho, Lajedo e Capoeiras. As informações são do site Agreste Violento.    

VIGÉSIMO QUARTO HOMICÍDIO NA CIDADE DAS FLORES 

Em Garanhuns, um homem foi assassinado na noite do domingo, dia 12, na Rua Prof. Mário Mattos, na Cohab 2. De acordo com a Polícia Militar, trata-se de Fábio Junior da Silva Silvestre, 29 anos, que residia no mesmo bairro foi assassinado com vários disparos de Arma de Fogo. Ainda segundo a Polícia, a Vítima cumpriu, recentemente, pena por furto e estava em liberdade.

De acordo com o Portal Agreste Violento, acompanhado de Alexandre Gomes, de 29 anos, a Vítima trafega por volta das 21h40mim em um veículo Fiat Uno, de cor branca, pela referida Rua, quando foram surpreendidos por dois suspeitos um uma moto de cor azul, que efetuaram vários disparos revólver calibre 38. Os tiros atingiram Fábio Júnior na região da cabeça, que faleceu no interior do veículo. Já Alexandre, foi atingido com um tiro de raspão na perna, mas não corre risco de morte. As Policias Civil e Militar estiveram no local e o corpo foi encaminhado para o IML em Caruaru.

EM CANHOTINHO, JOVENS SÃO MORTOS A FACADAS 

Já em Canhotinho, dois rapazes de 17 anos estavam em casa na Rua da Rodagem, no distrito de Paquevira, quando, segundo a Polícia, o comerciante Edilson Souza da Costa, de 53 anos, invadiu o local, armado com uma faca peixeira e os assassinou. A primeira vítima que morreu no local foi Anderson Alves da Silva, após ter sido atingido na região do peito. A segunda vítima, Edilson Souza da Costa, morreu ao ser socorrido ao Hospital local.

De acordo com o Portal Agreste Violento, numa ação rápida, Policiais Militares conseguiram prender o acusado pelos homicídios em flagrante. Edilson tentava fugir e no momento da prisão, revelou que desavenças motivaram o crime. O Acusado foi autuado e encaminhado a Cadeia Pública de Lajedo.

ASSASSINATO DURANTE ANIVERSÁRIO EM CAPOEIRAS 

Alcísio Nogueira da Silva, de 42 anos, participava de uma festa de aniversário na noite deste domingo, dia 12, quando recebeu uma ligação telefônica e aos sair da residência onde acontecia a comemoração, foi recebido com disparos de arma de fogo em sua cabeça, vindo a óbito momentos depois. Durante o levantamento cadavérico, duas armas foram encontradas com a vítima: uma pistola 380 com 18 munições intactas e uma faca peixeira. O corpo da vítima foi encaminhado ao Instituto de Medicina Legal (IML) em Caruaru.

HOMICÍDIO EM LAJEDO 

Um cidadão desempregado foi assassinado com dois tiros na noite desse domingo, dia 12, no bairro Mutirão, em Lajedo. André Romão Batista, de 30 anos, bebia no bar do Genivaldo, localizado na Rua Manoel Leite Sobrinho, quando três suspeitos chamaram a Vítima para sair do estabelecimento. Ao sair André foi surpreendido com dois disparos de arma de fogo, que alvejaram o seu peito e abdômen. A Vítima chegou a ser socorrida, mas faleceu a caminho do Hospital local. Esse é o 15º homicídio registrado naquele Município.

Para conferir as imagens destes homicídios, Clique Aqui.  


Com informações do site Agreste Violento – www.agresteviolento.com.br .

UPAE Garanhuns amplia serviços de fisioterapia‏.




A UPAE Garanhuns está ampliando o atendimento da área de Fisioterapia, com a contratação de mais uma profissional para a área. Agora as pessoas contam também com a Dra. Izabelly Arcoverde Sales, que se junta à Dra. Natálya Cavalcante Galindo para promoção de mais saúde à população da região. Os atendimentos acontecem de segunda a sexta-feira, aos pacientes regulados pelas Secretarias de Saúde dos municípios.

A Fisioterapia previne e trata os distúrbios do movimento humano decorrentes de alterações de órgãos e/ou sistemas. Seu objetivo é preservar, manter, desenvolver ou restaurar (reabilitação) a integridade de órgãos, sistema ou função. Os pacientes são encaminhados pelos próprios médicos da UPAE, após passarem por consultas e constatada a necessidade das sessões.


Na UPAE Prof. Antônio Simão dos Santos Figueira, os pacientes contam com consultas médicas em mais de 20 especialidades, realizam também exames e cirurgias, além de atendimentos em Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Terapia Ocupacional, Enfermagem e Assistência Social.