Páginas

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

João Lyra viaja a São Paulo para agilizar liberação e traslado do corpo de Eduardo.




O governador João Lyra Neto viajou, às 9h desta quinta-feira para São Paulo, para se encontrar com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin. O governador, que sucede o ex-governador Eduardo Campos, irá pessoalmente agilizar as questões de liberação e traslado do corpo do candidato à presidência da República, morto em um acidente aéreo na manhã desta quarta-feira.

O Palácio do Governo confirmou a intenção de realizar uma missa campal na Praça da República em memória de Eduardo Campos. Ainda não há informações sobre o início do velório ou do enterro, que será realizado no Cemitério de Santo Amaro. Eduardo será sepultado ao lado do túmulo onde foi enterrado o avô dele, o também ex-governador Miguel Arraes, morto no mesmo dia 13 de agosto, no ano de 2005.

A viúva, Renata Campos, permanece na casa da família, no bairro de Dois Irmãos, reunida com os filhos e com a mãe de Eduardo, a ministra do Tribunal de Contas da União (TCU), Ana Arraes, que passou a noite no local. 

Bombeiros localizam carteira e documentos de Eduardo Campos.

Objetos estavam juntos de restos mortais encontrados na escavação. Corpo de Bombeiros explica que corpos e fuselagem estão compactados.



As equipes de busca do Corpo de Bombeiros encontraram, na manhã desta quinta-feira (14), uma carteira e documentos do canditado à Presidência da República Eduardo Campos (PSB), que faleceu após o avião em que estava cair na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. A aeronave em que estavam o ex-governador de Pernambuco e mais seis pessoas caiu na manhã da última quarta-feira (13).

Segundo o capitão Marcos Palumbo, os objetos estavam juntos aos restos mortais que foram localizados durante uma escavação no terreno. "Às 5h10, a equipe conseguiu localizar parte de um corpo e uma carteira. Verificamos que era do candidato Eduardo Campos", anunciou Palumbo.

Ainda de acordo com o capitão do Corpo de Bombeiros, os restos mortais estão compactados na região onde caiu a aeronave, o que tem dificultado as buscas. "Foram cavados alguns metros cúbicos de terra e areia onde encontramos pedaços de fuselagem que foram destruídos no momento do impacto. Ali temos uma área que não é delimitada pelos corpos das vítimas. Eles estão bem separados. Ainda tem pedaços de corpos que são encontrados de forma aleatória. Eles estão muito compactados na terra do quintal da casa", explicou o bombeiro.

Palumbo também contou que não há uma cabine, mas partes de fuselagem misturadas a pedaços de corpos. "Existe uma área de cerca de dez metros onde estão desfiguradas as condições da cabine e dos corpos. Não tem uma peça inteira, não há um padrão de uma aeronave. Cada vez que passamos a retroescavadeira conseguimos retirar, compactado, uma parte da fuselagem e também encontramos partes dos corpos", comentou o capitão.
A área onde os bombeiros realizam o trabalho é a única que ainda não havia sido explorada pelas equipes de busca. De acordo com o prefeito de Santos, Paulo Alexandre Barbosa, os trabalhos prosseguem ininterruptamente até que a área seja liberada para os moradores. Cerca de 50 pessoas tiveram imóveis interditados para a realização das atividades. A expectativa é que elas possam retornar para casa na manhã desta quinta-feira (14).

Fonte G1.



Mensagem Armando Monteiro "“Pernambuco perde um grande homem”


Nesse momento de grande tristeza que se abateu no coração de todos os  pernambucanos, o meu sentimento mais profundo se volta para a família de Eduardo Campos.  A perda para Renata, sua esposa, e para seus filhos Maria Eduarda, João, Pedro, José e do pequenino Miguel, é inestimável. Guerreira como ele, certamente ela saberá encontrar forças para superar tamanha dor e sofrimento. Dirijo especialmente a eles a minha solidariedade, de Mônica e da minha família nesse momento tão triste.

Ao longo da minha vida pública, o meu caminhar em vários momentos se cruzou com o de Eduardo e, em que pese divergências ocasionais, naturais da política, eu sempre tive a compreensão dos seus atributos e qualidades indiscutíveis como homem público.  Pernambuco perde um grande líder, de caráter combativo e obstinadamente dedicado ao trabalho. Ele deixa um legado, como político e como administrador, sobretudo pela maneira competente com que governou o nosso Estado por oito anos, inquestionavelmente um marco na nossa história. E foi exatamente esse conjunto de qualidades que o fez se destacar como uma nova e natural liderança no cenário nacional.

Há de se buscar agora, num momento em que todos compartilhamos essa sensação de perda, a inspiração para todos aqueles que continuarão a militar na vida pública. A dimensão humana de Eduardo ia muito além da sua atividade e do seu cotidiano político. O que sempre guardei foi a maneira como ele dedicou-se à família com devoção e amor.  Mesmo em meio ao turbilhão de compromissos que a vida pública impõe, ele sempre encontrou tempo para dedicar aos que mais amava.

Pernambuco reverencia a memória de Eduardo Campos, independente de circunstâncias políticas ou partidárias, que nesse momento ficam muito pequenas diante da dimensão dessa grande perda.

Também gostaria de externar o meu profundo sentimento de pesar aos familiares de Carlos Percol, Geraldo da Cunha, Marcos Martins, Alexandre Severo Gomes, Marcelo Lyra e Pedro Valadares Neto, nesse momento tão doloroso e difícil.

Armando Monteiro.

quarta-feira, 13 de agosto de 2014

Mensagem Paulo Câmara.



"Hoje Pernambuco perdeu seu maior líder. Eu perdi um amigo, um irmão. Durante 20 anos, fui testemunha da dedicação de Eduardo à vida pública e àqueles que mais precisam. Com ele, aprendi que a política é o caminho por onde se transforma a vida das pessoas. Com ele, aprendi que é sempre possível fazer mais, quando se bota inteligência e amor no que se faz. Nada pode ser dito agora que diminua nossa dor. Resta-nos apenas orar e pedir conforto a Deus. Eduardo, seus sonhos e seus ensinamentos serão eternos nos nossos corações. Pernambuco está unido em sua memória",

 Paulo Câmara. 

Vereador Gilmar emite Nota de Pesae.


Foi com consternação que recebi a notícia da morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à presidência da República Eduardo Campos e de sua equipe, vítimas de acidente aéreo.

Lamento profundamente a perda e deixo os sentimentos para a esposa Renata e os seus filhos e demais familiares, assim como, para todos os familiares das vítimas envolvidas no acidente.

Gilmar Rodrigues

Vereador (PSB)

Velório de Eduardo Campos será no Palácio do Campo das Princesas



Em visita à residência do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência, Eduardo Campos, morto em acidente aéreo na manhã desta terça-feira (13), o atual governador, João Lyra Neto (PSB), informou que a família decidiu realizar o velório no Palácio do Campo das Princesas, sede do Governo do estado. Em seguida, Campos será enterrado no Cemitério de Santo Amaro, na zona central do Recife.

O local já foi confirmado, mas a definição da data depende da liberação do corpo, que foi encaminhado, junto com os outros seis, para o Instituto Médico Legal (IML) pela perícia. Ainda segundo João Lyra, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB) está acompanhando todo o processo e prometeu enviar às 9h desta quinta-feira (14) o cronograma das atividades envolvendo a liberação do corpo e o translado para o Recife. 

Corpo de Eduardo Campos será enterrado em túmulo do avô.



O corpo do ex-governador e candidato à Presidência da República pelo PSB, Eduardo Campos, será enterrado no mesmo túmulo do avô, o ex-governador Miguel Arraes, que morreu em 2005, no cemitério de Santo Amaro, na zona norte do Recife. Arraes, que inspirou e introduziu o neto na vida política, morreu há nove anos, também num dia 13 de agosto, o que reforça uma mística em torno da tragédia que tirou a vida de Campos em meio a uma campanha presidencial.

Ainda sem confirmação de horário e dia do sepultamento, a informação foi dada pelo único irmão de Campos, Antonio Campos, em rápida entrevista, na tarde desta quarta-feira na casa da família do candidato. "Perdi um irmão muito amado, um grande amigo", disse ele, ao contar ter conversado com o candidato às 6h59, antes da viagem para o cumprimento de agenda em Santos. "Ele estava feliz com a participação positiva no Jornal Nacional". Campos havia dado entrevista na bancada do Jornal Nacional na noite desta terça-feira (12).

Morre o ex-governador e candidato à Presidência Eduardo Campos


O ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República Eduardo Campos morreu na manhã desta quarta-feira (13) em virtude de um acidente aéreo na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. O acidente matou todos os sete ocupantes do avião, entre integrantes da equipe de campanha dele e dois tripulantes da aeronave. Morreram também Pedro Valadares, assessor direto de Campos, Carlos Percol, assessor de imprensa, Marcelo Lira, cinegrafista da campanha e Alexandre Severo, seu fotógrafo oficial, além dos pilotos Geraldo Cunha e Marcos Martins.

A aeronave caiu, por volta das 10h, no bairro do Boqueirão, área residencial de Santos, deixando feridos por estilhaços do avião, todos sem gravidade. De acordo com o Comando da Aeronáutica, a aeronave era um Cessna Citation 560XL, prefixo PR-AFA, que decolou do Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, com destino ao Aeroporto de Guarujá. Quando se preparava para pouso, o avião arremeteu devido ao mau tempo. Em seguida, o controle de tráfego aéreo perdeu contato com a aeronave.


As investigações sobre as causas do acidente já foram iniciadas, mas ainda são incipientes. No local da tragédia, testemunhas garantem que viram o avião em chamas antes mesmo da queda. De acordo com a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), a aeronave estava com o certificado de aero-navegabilidade e inspeção anual de manutenção em dia.

O único irmão de Eduardo, Antônio Campos, afirmou que o corpo do ex-governador deve ser velado no Cemitério de Santo Amaro, na zona central do Recife, mas ainda não há previsão de data para o funeral, uma vez que os corpos passarão por exames de DNA para que seja feita a identificação.

A viúva de Eduardo, os cinco filhos do casal, a mãe dele e os demais familiares de Campos estão reunidos na casa da família, no bairro de Dois Irmãos. Eles optaram por não se dirigirem a São Paulo para providenciar o traslado do corpo por estarem muito abalados.

Prefeito Dannilo Godoy decreta luto oficial pela morte de Eduardo Campos.



O Prefeito de Bom Conselho, Dannilo Godoy, decretou luto oficial de três dias no município pela morte do ex-governador e candidato a Presidente da República, Eduardo Campos.

O prefeito Dannilo lamenta profundamente o falecimento de Eduardo Campos, e vem a se solidarizar com a família do político e com todo o povo brasileiro neste momento de muita comoção e dor.


Eduardo Campos faleceu na manhã desta quarta-feira (13), aos 49 anos, vítima de um acidente aéreo, ocorrido na cidade de Santos, em São Paulo. 

Pernambuco de Luto: Morre Eduardo Campos.


O candidato à Presidência da República e ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos (PSB) morro em acidente aéreo, ele estava a bordo de um jatinho que caiu na manhã desta quarta-feira (13), na cidade de Santos, litoral de São Paulo.

Forte virose afeta publicações/atualizações.



Uma forte virose que pela qual estou passando nos últimos dias, deixando-me de cama, inclusive com fortes dores nas articulações, principalmente nas juntas dos dedos, entre outros sintomas, tem impossibilitado-me de atualizar e postar notícias, peço desculpas aos leitores.

Estou melhorando e logo mais voltaremos a ativa com força total, se Deus assim nos permitir.

Emmanuel Leonel "O Argonauta"
Editor.

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Veículo é furtado de vaquejada em Bom Conselho.


Marcelo da Costa Ferro, estacionou seu carro, uma Montana, de cor prata, placa HRB-4977, ano-2012, próximo ao parque de vaquejada SOVABOM, na cidade de Bom Conselho, onde esteve da sexta para sábado (09) afim de assistir uma vaquejada. Ao retornar ao local, por volta das 03 horas da madrugada o veículo não estava mais no local.


A policial militar foi acionada e realizou várias buscas na área sem lograrem êxito.