Páginas

terça-feira, 2 de setembro de 2014

"Poderemos fazer muito mais", garante Paulo Câmara


 Em entrevista à Rádio JC News, nesta segunda-feira (1º), o candidato da Frente Popular ao Governo, Paulo Câmara (PSB), defendeu a continuidade e a ampliação do projeto iniciado pelo ex-governador Eduardo Campos, que mudou a face do Estado em seus dois mandatos. O socialista também explicou porque é a pessoa que honrará esse legado. "Eu participei do Governo Eduardo desde o primeiro dia, ocupei três secretarias e ajudei a formatar o modelo de gestão inovador que nos permitiu realizar tudo o que realizamos; organizando as contas do Estado, multiplicando a capacidade de investimento da máquina, trazendo grandes empreendimentos para se instalarem aqui e levando desenvolvimento para todas as regiões. E é por termos feito tanto que tenho a certeza de que poderemos fazer muito mais", afirmou o socialista.
Paulo atribuiu ao maior conhecimento de sua candidatura - e de que ela representa o avanço no caminho iniciado por Eduardo - o grande crescimento que apresentou nas pesquisas de intenção de voto mais recentes. "Nós já sabíamos que íamos crescer, à medida em que os programas de rádio e TV diminuíssem o alto grau de desconhecimento que ainda tínhamos. Com a morte trágica de Eduardo, houve mais curiosidade das pessoas de saberem quem é o candidato que ele escolheu, além do envolvimento da população na eleição. Isso acelerou um crescimento que já estava programado em nossa estratégia", avaliou o candidato.
O socialista destacou que seu companheiro de chapa Fernando Bezerra Coelho (PSB) também vem apresentando crescimento e que este será intensificado nas próximas semanas. "Se você analisar as eleições estaduais dos últimos 20 anos, verá que o eleitorado tende a definir seu voto primeiro para a Presidência, depois para o Governo, e, finalmente, decide o Senado depois. Fernando também terá um crescimento como o nosso e será um grande senador, sintonizado com os sonhos dos pernambucanos, ajudando no Congresso Pernambuco e o Brasil", previu Paulo, lembrando que desde a pré-campanha ambos vêm participando juntos da grande maioria dos eventos.
Porém, o rápido avanço das intenções de votos não vai provocar acomodação na chapa da Frente Popular. Foi o que garantiu o candidato. "Pelo contrário, temos um caminho muito grande a percorrer ainda. No último fim de semana, por exemplo, entre sexta-feira (29) e domingo (31), percorremos 15 municípios, conversando com as pessoas, apresentando nossas ideias e o nosso time. Nossa estratégia não vai mudar. Seguiremos com muita humildade, mas também com muita determinação", garantiu Paulo.
"Sinto-me um representante da nova política, que Eduardo defendia e que Marina Silva (PSB/candidata a presidente) levará adiante. Uma política que escuta o clamor da sociedade, por serviços públicos melhores, voltados para os que mais precisam; por mais transparência no trato com a coisa pública, pelo combate à corrupção, ao clientelismo, ao fisiologismo", pontuou Paulo, assegurando que as pessoas que trabalharem com ele em seu Governo terão que se enquadrar nesses valores.
ASSESSORIA PSB

Nenhum comentário:

Postar um comentário