Páginas

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

No guia, Armando assume compromisso de contratar 5 mil policiais

No guia, Armando assume compromisso de contratar 5 mil policiais   

Candidato garante um plano de cargos e carreiras para a categoria de segurança pública

Assista aqui: 
http://youtu.be/8G-9Fa0PrTg

O candidato ao Governo de Pernambuco, Armando Monteiro (PTB), apresentou suas propostas para a Segurança Pública no guia eleitoral da televisão desta segunda-feira (15).

Em conversa com policiais sobre algumas das suas propostas para a segurança no Estado, Armando Monteiro afirmou que o Pacto pela Vida tem que ser ‘repactuado’. Para o candidato ao governo pela coligação Pernambuco Vai Mais Longe, a segurança só se faz valorizando os servidores da área de segurança. “Se há prioridade para a área de segurança, essa prioridade tem que ser traduzida no orçamento”, apresenta Armando. “Temos uma ideia de contratar cinco mil policiais. Ter uma polícia eficiente é um imperativo de harmonia e de crença no funcionamento da própria sociedade”, completa o candidato petebista.

Durante a conversa, o presidente do Sindicato dos Policiais Civis (PE), Cláudio Marinho, perguntou quais as propostas de Armando Monteiro com relação ao programa de Segurança Pública. “Imaginamos criar 10 centros do que estou chamando de Policia Cidadã, que são complexos policias, a da mulher, a de proteção da criança, a de narcotráfico, a de crimes o patrimônio, para que você possa, naquela unidade, fazer o atendimento especializado em cada região de Pernambuco”, sinaliza. “É inaceitável que 60 municípios em Pernambuco não tenham delegados. Eu acho que nós temos que fazer uma ação para resolver isso, a curto prazo”, prioriza Armando.

Em outro momento, no programa eleitoral desta noite, o sargento e presidente da Associação dos Praças, José Roberto, diz que atualmente o Estado tem uma deficiência na Polícia Militar e no Corpo de Bombeiros de, aproximadamente, 10 mil e três mil homens, respectivamente. “Nós temos uma ideia de contratar cinco mil novos policiais, considerando às necessidades da Polícia Militar e da Polícia Civil, isso imediatamente. Tem municípios com quatro policiais. A Polícia Militar tem um efetivo de 20 mil policiais, dos quais três mil estão em funções administrativas. É melhor contratar agentes administrativos e liberar esses policiais, que receberam formação especializada, para que eles exerçam o seu verdadeiro papel”, indica Armando Monteiro.

De acordo com o candidato, muitas delegacias do Estado não funcionam nos finais de semana. “Eu acho que isso é algo que tem que ser reavaliado, porque a ação, inclusive das quadrilhas, a ação dos bandidos são orientadas hoje, muito, por essa percepção”, aponta.

O delegado e diretor da Associação dos Delegados de Polícia do Estado (PE), Antônio Cândido, reforça que a estrutura atual da Polícia Civil está precária e com 0as delegacias caindo aos pedaços. Segundo Armando, deve-se investir na polícia e dotá-la de condições materiais adequadas. “É triste constatar que muitas delegacias estão abandonadas, sem manutenção. Portanto, é obrigação do governante cuidar disso”, propõe.

Ainda no guia eleitoral, o cabo da Polícia Militar, José Carlos dos Santos, diz que passou 23 anos para ser Cabo de polícia, e pergunta ao candidato se ele tem alguma proposta para os policiais e bombeiros militares sobre um Plano de Cargos e Carreiras da categoria. “Se não tivermos um plano bem estruturado, que ofereça um plano de carreira é um desestímulo absoluto”, responde Armando.

Nenhum comentário:

Postar um comentário