Páginas

segunda-feira, 9 de junho de 2014

Receita da Fifa com a Copa do Mundo supera os R$ 10 bilhões e bate recorde.

Renda obtida pela Fifa com a Copa do Mundo no Brasil ultrapassa a marca dos dez bilhões de reais.



O valor é recorde na história do esporte e supera expectativas em quase dois bilhões as expectativas iniciais da entidade.

A meta da Federação Internacional de Futebol é mostrar que, apesar da receita recorde, parte desse dinheiro fica no próprio país.

Para ter o direito de transmitir a Copa, redes de televisão pagaram um valor nunca antes pago à Fifa por nenhuma outra emissora do mundo, cerca de quatro bilhões de reais. 

Até agora, os números do mundial quebraram diversos recordes. Foram oito bilhões e meio de reais para as doze arenas, três vezes o que a CBF havia anunciado em 2007.

O valor é ainda o equivalente a tudo o que a Alemanha e a África do Sul gastaram em duas Copas do Mundo, juntas. A Fifa garante que as seleções também ganham com a Copa.

O prêmio ao vencedor, mais de 70 milhões de reais, é o maior já pago pela entidade. Mas ele é apenas um terço do que a Fifa gasta anualmente para pagar os salários de seus funcionários e
cartolas em Zurique, na Suíça. 


Outros 700 milhões de reais serão distribuídos para as outras 31 seleções participantes, o que dá o equivalente a 22 milhões de reais para cada uma.

Um comentário: