Páginas

terça-feira, 18 de abril de 2017

Centrais Sindicais Marcam Greve Geral para 28 de Abril.



As principais centrais sindicais brasileiras decidiram convocar uma Greve Geral para o dia 28 de Abril. A pauta de lutas é contra as reformas da Previdência, Trabalhista e o projeto de Terceirização aprovado pela Câmara dos Deputados.

As reformas propostas pelo Governo Federal são consideradas um desmonte do sistema previdenciário e da Consolidação das Leis Trabalhistas. Assinam o documento os presidentes de nove centrais sindicais, incluindo Central Única dos Trabalhadores (CUT), Central dos Trabalhadores Brasileiros (CTB) e, inclusive, a Força Sindical.

De acordo com Vagner Freitas, presidente da CUT, o único caminho para a mudança é a luta. “O que pode alterar o cenário que vivemos atualmente é o nosso calendário de lutas, e greve geral no dia 28 de abril contra retirada de direitos”.


Freitas defende que “é hora de fazer greve, de a gente conversar na fábrica, na igreja, na escola e mostrar que se não nos mobilizarmos, todos os direitos serão jogados fora”. “Estamos mais fortes hoje do que antes do dia 15 de março. Mas isso não é segurança para nós, o que pode nos garantir é enfrentamento”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário