Páginas

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

COLUNA ENSAIO GERAL: ANÁLISES DAS PRÉVIAS CARNAVALESCAS DESTE FINAL DE SEMANA

                                               
      Nossa cidade foi invadida neste final de semana com três grandes prévias. Mostrando que mesmo sem apoio oficial o povo faz a festa.

      A volta do BLOCO XIPÊ foi acima do esperado, pois a turma veio com tudo, e a cachaça foi grande - assim como era nos tempos passados. Agora não tem mais volta, o XIPÊ veio para ficar.

      O grande baile de rua realizado ao longo destes oito anos no BECO DE DR. RAUL foi um sucesso, porém foi prejudicado pela prévia do XIPÊ, pois por mais resistência que o pessoal do XIPÊ tenha, não conseguem brincar nas duas festas, e muitos daqueles que estavam no XIPÊ eram frequentadores da festa do beco. 

      O som da festa do beco - estava horrível - quase inaudível para as pessoas que estavam no começo da festa. Na próxima edição da festa vamos ter que repensar a questão do som, pois som ruim é sinônimo de festa desanimada.

      O CARNAVAL DE ZÉ PULUCA foi excelente - as falhas que houve na última edição - foram corrigidas e só não foi melhor porque fatores externos tentaram melar a festa - porém o povo deu a resposta àqueles que jogam a política acima do bem estar da população.

ERROS A SEREM CORRIGIDOS

      O XIPÊ e o CARNAVAL DO BECO vão ter de repensar as datas das duas festas, porque no mesmo dia não da certo - ou o XIPÊ transfere sua festa para o domingo, aproveitando o CARNAVAL DE ZÉ PULUCA, ou o BAILE DO BECO, fica para ser realizado no segundo sábado anterior ao sábado de Zé Pereira, ou mesmo no sábado de Zé Pereira. Os organizadores destas festas deverão sentar e acertarem os seus ponteiros.

      Quanto à safadeza que fizeram com o carnaval de Zé Puluca, não mandando a atração contratada pelo o governo do estado é algo que reforça a minha teoria que quando a política partidária se sobrepõe a política administrativa só termina em prejuízo para o povo.

      O CARNAVAL DO ZÉ PULUCA hoje é uma realidade que se sobrepõe a qualquer política ou político. A festa extrapolou as cercanias do nosso município e hoje é uma festa de conotação nacional e brevemente internacional.

      Gostaria de pedir ao senhor Carlos Alberto este incansável batalhador da cultura de nossa cidade, que os bonecos que fazem parte do carnaval sejam de pessoas que realmente fizeram ou fazem parte desta grande festa de nossa cidade. Não se deve coloca bonecos de pessoas que não tem ou nunca tiveram tradição carnavalesca isto desvirtua o objetivo, com exceção é claro do grande incentivador cultural Ariano Suassuna e do mais importante bom-conselhense do século XX Pedro de Lara.


      Quero realmente me desculpar ao senhor Carlos Alberto pela minha ausência na festa, pois infelizmente eu me excedi na bebida, e tomei um porre daqueles, e ao cair da tarde eu caí na cama e perdi esta grande festa, porém reafirmo neste momento a minha parceria com o carnaval e estou a sua disposição para melhorar cada vez mais esta grande festa de nossa cidade. Gostaria se possível que você comparecesse aqui na loja para nós conversarmos algo importante.

Nenhum comentário:

Postar um comentário