Páginas

sexta-feira, 2 de setembro de 2016

Glácio Dória: Uma vida dedicada ao rádio.


Alagoano de Maceió, Glácio Dória iniciou sua vida no rádio através da indicação de Ailton Villanova, que o levou para a Rádio Gazeta, no ano de 1975, ainda na Rua do Comércio. No departamento de jornalismo Glácio conheceu e foi orientado por Jurandir Tobias e dessa forma começou a atuar na emissora da Organização Arnon de Mello fazendo reportagens da rua e apresentando alguns noticiários na emissora. 

Após um período na Rádio Gazeta, Glácio Dória teve a oportunidade de trabalhar na Rádio Progresso, como noticiarista e apresentando programas musicais. Passou ainda pela rádio Palmares (já conhecida como AM-710) e Difusora. Na Pioneira, em 1981, Glácio destacou-se comandando programas de estúdio. Em 1985 transferiu-se para o vizinho estado de Pernambuco, mais precisamente para a cidade de Garanhuns, aonde teve oportunidade de trabalhar nas emissoras locais, como rádios Meridional, Marano Fm (esta por treze anos) Difusora Am (depois transformada em Rádio Jornal), Sete Colinas FM, Estação Sat. Na cidade de trabalhou Caruaru na Difusora Am.

Ficou afastado do rádio, mas não deixou de usar os microfones em eventos que participou em Pernambuco. Atuou, ainda, na Palmeira Fm da cidade de Palmeira dos Índios.

Finalmente, transferiu-se para a Rádio Papacaça AM-1470 e FM-102.9, localizada na cidade de Bom Conselho, em Pernambuco, no ano de 2009, onde apresenta o Jornal Completo, das 07 às 08 horas logo após apresenta o programa Show da Manhã, onde está inserido um dos líderes de audiência da emissora, a sequência “Bronca ou Elogio”, para finalizar também é o mediador do Papacaça Debate que vai ao ar das 11 às 12h.

Atualmente, Glácio Dória, também exerce a função de Gerente de Programação da emissora.


Ailton Vilanova e Jurandir Tobias são considerados por Dória como seus orientadores no início de sua carreira no rádio alagoano.

Nenhum comentário:

Postar um comentário