Páginas

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

COLUNA ENSAIO GERAL: ANÁLISE DO CARNAVAL 2016

 Por:
Alexandre Tenório
                            
Alexandre Tenório e família 

          Estarei resumindo os momentos bons e ruins do carnaval de 2016.

          A grande expectativa era o CARNAVAL DO BECO, vários foliões esperam o ano todo para participar desta importante prévia do nosso carnaval. Infelizmente uma fatalidade fez com que ele fosse cancelado, frustrando assim os seus participantes.

          CARNAVAL DE ZÉ PULUCA -Foi muito badalado e teve um marketing forte com a vinda do grande cantor ALCEU VALENÇA. Porém algumas falhas pontuais tiraram o brilho desta que estava sendo considerada a grande festa do nosso carnaval.

          Primeira falha - foi levar o carnaval para o parque de exposição, lugar sem nenhuma estrutura para isto, desde falta de banheiros químicos e uma péssima iluminação, além da distância para as pessoas percorrerem.
          Segunda falha - uma multidão de pessoa e apenas uma orquestra, isto foi terrível, parecia um enterro, aonde a orquestra alcançava havia animação, porém 70% da multidão não ouviam nada, e isto foi terrível para os foliões.
          O que devemos fazer no próximo ano: 1 - A festa deve ter como palco principal a PRAÇA DOM PEDRO II, pois ela é o nosso cartão de visita. 2 - Devemos ter no mínimo três orquestras, acompanhado a multidão, se não tiver condições de ter orquestra que tenha paredão tocando exclusivamente frevo.
          Os bonecos de TONHO DE DINDA E IVAN CRESPO não pareciam nem um pouco com eles, se der para reforma, deve ser reformados. Quando for feito outro boneco ele deve ser acompanhado por uma pessoa da família, e também deve ser a pessoa com o aspecto mais velho, pois é este aspecto que faz a pessoa ter lembrança do homenageado. Com todos os problemas que tivemos está de parabéns o nosso incansável Carlos Alberto, espero que ele aceite as minhas sugestões, assim sendo, tenho certeza que no próximo ano, será muito melhor que este ano.

          BLOCO DAS VIRGENS - Foi a maior concentração de foliões deste carnaval, tinha mais gente que o de ZÉ PULUCA. O fator positivo foi um grande paredão que com o seu som alto, atingia todos que estavam no desfile, isto fazia com que a animação fosse total, outra parte positiva foi que a parte principal da festa foi na PRAÇA DOM PEDRO II. O ponto negativo foi que a música tocada no paredão não tinha nada haver com carnaval.

          AÇUDE DA NAÇÃO - A animação é total, pois é o único polo do carnaval que tem água.

          CARNAVAL DE RUA - Infelizmente acabou em nossa cidade, apenas uns poucos blocos remanescentes, ainda insistem em se manter vivo. É uma tristeza vermos a cidade que teve o melhor carnaval de todo AGRESTE MERIDIONAL jogado as baratas. Esperamos que um dia chegue ao poder alguém que realmente goste de carnaval e faça voltar os velhos tempos.


          O carnaval é a maior festa popular do mundo, e é o momento em que o espírito e a matéria se unem para dar prazer ao nosso corpo, portanto VIVA O CARNAVAL.

Nenhum comentário:

Postar um comentário