Páginas

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Ginecologista e obstetra orienta que a melhor prevenção contra à microcefalia é não engravidar.



A melhor forma de prevenir os casos de microcefalia associados ao vírus zika é evitar que as mulheres engravidem neste momento.

É o que defende o ginecologista e obstetra Thomaz Gollop, 68, professor livre-docente de genética da USP e especialista em medicina fetal.

"A melhor forma de prevenir a microcefalia é não ter feto na barriga", afirma. "É radical? Pode ser. Mas pode evitar um desastre maior."


Mas isso não vai criar um pânico na população? "Pânico é dizer que tem alguém do Estado Islâmico na portaria do seu prédio", diz ele.

Fonte: Folha de São Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário