Páginas

terça-feira, 3 de novembro de 2015

Coluna Ensaio Geral: Prof. Clívio Lima

COLUNA ENSAIO GERAL

PROF CLÍVIO LIMA CAVALCANTE


Por:
Alexandre Tenório

         Com o falecimento de Prof. Clívio, termina o ciclo dos grandes professores de nossa cidade. Foram eles que iniciaram no GINASIO SÃO GERALDO o curso pedagógico, que formou os outros professores, podemos destacar os seguintes professores pioneiros; Pedro Crecêncio, Gilvan de Abreu, Joaldi Soares, Valdemar Gomes, Dr. Cirilo...
         Tenho em meus livros alguns artigos sobre o nobre professor, que tem histórias fantásticas. Uma pessoa que viveu 84 anos, onde foi marinheiro, funcionário público e professor, tem realmente muitas histórias para contar. 
         Namorou por correspondência com sua esposa Dona Elita, que em vez de mandar a sua foto, mandou a de uma amiga, quando ele veio conhecer a namorada por correspondência encontrou outra pessoa, e se apaixonou por esta outra pessoa e casou com ela, veja que história fantástica.
         Foi ao longo de sua vida, um homem 100% honesto e honrado, tendo apenas um ponto fraco, as mulheres. Por ser um homem elegante e bonito, conquistou muitos corações. As alunas sabendo desse seu ponto fraco tiravam proveito disto, pois quando iam fazer a prova com ele, as mais bonitas ficavam nas cadeiras da frente e levantavam um pouco as saias e os olhos dele só viam aquelas meninas enquanto a sala toda ficava filando.
         Tinha uma grande afinidade por música, e embora não tocasse nenhum instrumento, tinha um bom ouvido, e um bom gosto musical. Deixou um grande acervo de disco de vinil e cd. Ele foi à única pessoa que eu conheci que escrevia com as duas mãos perfeitamente. Foi professor de matemática, desenho e física. Nunca tomou partido político, sempre foi muito discreto nas campanhas eleitorais.
         Foi em vida um dos maiores bebedores que eu já vi, ele era o único que batia de frente com Walmir Soares, depois que estava na farra, o que viesse descia. Se no final da farra só tivesse licor, fogo paulista ou leite de onça, ele entornava tudo. Tinha uma característica esquisita, gostava de beber comendo doce, enquanto os outros comiam tira gosto salgados, ele comia tira-gosto doce.      
         Sempre foi muito organizado em suas coisas, o seu quintal fazia gosto de se ver, a sua casa de ferramentas era uma lindeza, o seu escritório era altamente organizado, os livros por ordem alfabética, os discos por estilo de música. Sempre foi magro e elegante, e tinha um paletó de linho branco que caia muito bem nele, e era sua roupa oficial.
         Poderia passar horas e horas falando sobre Prof. Clívio, porém vou resumir com estas palavras o que define bem seu jeito de ser – AMOU E FOI AMADO, VIVEU DENTRO DO SEU MUNDO CONSTRUÍDO NAS BOAS RECORDAÇÕES PASSADAS, CONVIVEU COM VÁRIAS GERAÇÕES E SE TORNOU UM IDOSO MUITO QUERIDO POR TODOS, TINHA UMA BOA CONVERSA E CONVIVER COM ELE ERA UM PRAZER PARA TODOS.
         HOJE 03 DE NOVEMBRO 2015 NÓS DEIXOU O GRANDE PROFESSOR CLÍVIO LIMA CAVALCANTE, QUE DEUS O TENHA.


Um comentário:

  1. NOTA 1000 ( M I L ) PARA O COMENTÁRIO DE ALEXANDRE TENÓRIO. BELÍSSIMAS TODAS PALAVRAS SOBRE PROF. CLÍVIO CAVALCANTE. MEUS SENTIMENTOS PARA SUA FAMÍLIA.

    ResponderExcluir