Páginas

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Lula e Armando juntos, para melhorar a vida dos pernambucanos.



Clique aqui e assista ao programa!

Um político com capacidade de liderança e reconhecimento nacional para realizar as mudanças necessárias para o desenvolvimento de Pernambuco. Assim foi o destaque do guia eleitoral do candidato ao Governo do Estado, Armando Monteiro (PTB), veiculado no rádio e televisão, na tarde desta quarta-feira (10), e que será reapresentado logo mais às 20h30.


O vídeo resgata o início da parceria entre Lula e Armando, quando o primeiro era presidente da República e o hoje candidato ao governo era presidente da Confederação Nacional da Indústria. 

"Para podermos entender o Pernambuco de hoje, a gente precisa voltar a 2002. Naquele ano, Armando Monteiro e Lula se elegem e, juntos, começam a realizar o sonho de transformar o país e o Estado. Lula é eleito presidente do Brasil. E Armando Monteiro presidente da CNI e do SESI, SENAI, e deputado federal. Durante os oito anos seguintes eles caminharam lado a lado. E muita coisa mudou para o povo brasileiro.

Para ilustrar as ações positivas do governo Lula em Pernambuco, o guia mostra manchetes de jornais que informam: Lula chega e libera R$ 229 milhões; Pacote de Lula inclui obras em Pernambuco; Lula toca refinaria e desafia oposição; Lula credita fim da recessão aos pobres; Lula promete ajuda aos desabrigados; Um grande salto na renda dos brasileiros.

O Guia da coligação Pernambuco Vai Mais Longe de hoje também lembra os principais projetos desenvolvidos no Estado, assim como o Estaleiro Atlântico Sul, a Transposição do Rio São Francisco, a implantação do Prouni, o programa Minha Casa, Minha Vida, entre a instalação de dezenas de indústrias de alto porte, além de outros programas de formação profissional.

“Eu acho que tudo que foi feito é pouco diante da necessidade do povo e diante do tempo que o pernambucano foi esquecido. Eu queria lhe dar os parabéns por isso (a Educação), Armando. Não existe nada na face da terra que garanta ao ser humano mais oportunidade, do que a Educação”, expressa o ex-presidente Lula, em conversa com Armando Monteiro.

“E nós tivemos, presidente Lula, no Sistema S, o desafio que era pegar o jovem da palha de cana e, em um prazo curto, transformá-lo em um técnico com certificação internacional. O Sesi deu o reforço de escolaridade, e o Senai entrou com o programa de qualificação. Então, veja o que a educação técnica na formação profissional pode fazer. E é isso que nós temos que fazer por Pernambuco”, dialoga Armando.

Educação
O programa de hoje também exibe o depoimento da professora Adriana Lima, que trabalha a seis anos na rede de ensino estadual. “Já pensei várias vezes em pedir exoneração, mas penso no esforço que eu fiz para conseguir passar nos dois concursos de 2008. Foram concursos difíceis e me dediquei bastante. Então, não gostaria de desistir, pensando também nos alunos”, conta. “Não se consegue ter um vida relativamente digna com R$ 1,3 mil de salário”, acrescenta a professora, fazendo referência à promessa vazia do candidato Paulo Câmara, que disse que vai aumentar o piso da categoria para R$ 4 mil.

“Acontece que nós não vimos isso acontecer, na gestão de sete anos e meio de Eduardo Campos. Como é que vamos acreditar, então, que seu candidato vai, de fato, cumprir esse tipo de promessa? Escutar um candidato dizer uma coisa dessas, numa propaganda política. Só pode rir e achar graça!”, completa Adriana.

Para responder as perspectivas da professora Adriana Lima, que representa a ansiedade de praticamente toda a categoria, Armando propõe condições de trabalhar, um plano de cargo e carreira que saia do papel, formação continuada e acesso a mais conhecimento, além de ganhar bem. “Quando a gente investe no professor quem ganha são os alunos e a escola volta a ser orgulho da família e de toda a comunidade”, apresenta Armando Monteiro.

O guia de hoje termina com as pessoas cumprimentando Armando entre as várias caminhadas acompanhadas por milhares de pernambucanos pelo Estado.

Saiba mais
Para conhecer as propostas de Armando Monteiro, acesse facebook.com/armandomonteironeto

Denúncia
Ainda no Guia de hoje, o programa repercute o fato de que o candidato Paulo Câmara, quando ainda era secretário da Fazenda, ajudou uma importadora de pneus que está respondendo na justiça por quatro crimes de sonegação fiscal. Ou seja, exatamente por não pagar os seus impostos. Um prejuízo de mais de R$ 100 milhões para o Governo. Paulo assinou um decreto que garantiu a empresa Bandeirantes Pneus o direito de não pagar nenhum imposto ao nosso Estado.

"A Bandeirantes Pneus é a mesma empresa responsável pela compra de dois jatinhos. Esses aviões foram pagos através de “laranjas”, segundo denúncia dos principais meios de comunicação. O que mais impressiona é que o candidato Paulo Câmara utilizou um desses jatinhos em sua campanha agora em julho", diz o texto do guia.

O guia também repete trecho de entrevista a uma radio do Recife, onde Paulo Camara admite ter voado no avião que tem sido alvo de investigações. O repórter pergunta se Paulo Câmara já chegou a voar nesse avião (jato Cessna Citation 560XLS, que vitimou Eduardo Campos). “Eu voei, sim! Eu voltei de Serra Talhada uma vez”, responde o candidato do PSB. “Lembra a data”? “Foi em julho”, assume Paulo.

Link do vídeo: 
http://youtu.be/83aYbjA6eyo?list=UU-FqpF8Kfuz3VQIRPFk_WLw

Nenhum comentário:

Postar um comentário