Páginas

sexta-feira, 20 de junho de 2014

Parlamentares trabalharão poucos dias em junho e julho, mas não terão descontos salariais.



Os parlamentares brasileiros vão trabalhar por menos de uma semana neste mês de junho, mas não terão nenhuma alteração salarial.

As verbas extras, como a ajuda que recebem para a compra de passagens aéreas, por exemplo, também serão mantidas.

Por causa da Copa do Mundo, desde a semana passada não há sessões de votações no Senado e na Câmara dos Deputados.

No mês que vem, senadores e deputados devem continuar com a rotina leve.

A previsão, de acordo com reportagem da Agência O Globo, era que houvesse oito seções deliberativas até o dia 17 de julho, quando começa o recesso parlamentar. No entanto, já há especulação de que o calendário de votações não será cumprido.

O salário de um parlamentar brasileiro é de mais de 26 mil reais. E eles chegam a ganhar até 44 mil em verbas extras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário