Páginas

terça-feira, 13 de maio de 2014

Governo diz que vai garantir segurança da população durante greve.



Apesar da Secretaria de Defesa Social de Pernambuco não se pronunciar sobre a greve dos policiais militares e bombeiros, deflagrada na noite desta terça-feira (13), o secretário da Casa Civil, Luciano Vasquez, que participou da reunião com representantes da categoria à tarde, informou que a sociedade não deve se preocupar pois o governo do estado vai garantir a segurança de todos. No entanto, o gestor não detalhou quais as ações serão tomadas para a manutenção da ordem durante a paralisação.

Ainda de acordo com ele, durante mais de uma hora de reunião no Palácio Campo das Princesas, não entrou em pauta a possibilidade de deflagração de greve. "Em nenhum momento foi discutida a possibilidade de paralisação", explicou surpreso. "Temos um acordo salarial vigente desde 2012, inclusive, a categoria receberá um reajuste de 14,55% em junho, como já estava acordada previamente. O acordo é válido até 2015. Não entendemos como eles querem colocar essa discussão em debate novamente", disse Luciano Vasquez.

O chefe da Casa Civil ainda ressaltou a importância dos militares na redução dos índices de violência com a implementação do Pacto Pela Vida. "A Polícia Militar é uma instituição reconhecida pela sociedade e acreditamos que não vai nos deixar na mão. Por enquanto, vamos ver como será a adesão da categoria. Reconhecemos o trabalho deles e vamos garantir a segurança da população", concluiu.


Um comentário:

  1. Momento em que os candidatos aproveitam para ver as necessidades do povo. Está certo.

    ResponderExcluir