Páginas

sexta-feira, 30 de maio de 2014

Estados do Nordeste são reconhecidos como livres da febre aftosa.




Os estados da região Nordeste foram finalmente reconhecidos livres da febre aftosa pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). A decisão foi anunciada nesta quinta-feira (29) na 82ª Seção Geral da Assembléia Mundial de Delegados, realizada em Paris, na França. Pernambuco, Alagoas, Maranhão, Paraíba, Ceará, Piauí e Rio Grande do Norte – além da região Norte do Pará ficam livres agora para comercializar carne, produtos derivados e genética entre os estados brasileiros e também para o exterior.

A expectativa é que o valor da carne suba e que a troca genética possibilite também a melhoria do rebanho local. Segundo o Ministério da Agricultura, na perspectiva das exportações, o Brasil se torna mais apto a disputar grandes mercados em crescimento, a exemplo da Rússia e do mercado asiático. Agora são 23 estados e o Distrito Federal livres da aftosa com vacinação. Apenas Santa Catarina é livre da doença, sem vacinação, desde 1998.

Fernando Góes, gerente de Defesa e Inspeção Animal da Agência de Defesa Agropecuária de Pernambuco (Adagro), comemorou a homologação pela OIE, mas ressaltou que agora o trabalho deve ser reforçado para manter as defesas sanitárias e impedir a entrada de qualquer agente que possibilite a o retorno da doença. “As vacinações devem ter sempre acima de 90% de cobertura e as barreiras sanitárias devem ser reforçadas. O trabalho aumenta bastante”, destacou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário