Páginas

quarta-feira, 5 de março de 2014

Campanha da Fraternidade faz chamado para combate ao tráfico humano.




A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) fez hoje (5) um chamado para que a sociedade se conscientize da importância de combater o tráfico de pessoas, ao lançar a Campanha da Fraternidade de 2014, cujo tema é Fraternidade e Tráfico Humano e o lema "É para a liberdade que Cristo nos libertou".

No início do evento, foi lida uma mensagem do Papa Francisco, na qual ele afirma que "não é possível ficar impassível, sabendo que seres humanos são tratados como mercadoria". O papa lembrou que crianças são traficadas para a remoção de órgãos, mulheres submetidas à exploração sexual e trabalhadores mantidos em condição de escravidão. Estas são algumas das situações de tráfico de pessoas que a campanha vai abordar.

Durante a solenidade de lançamento, o secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, disse que o crime viola a dignidade das pessoas submetidas e que a prática é fruto da sociedade em que vivemos. "Queremos com a campanha identificar essa realidade e, junto com o Estado, realizar este trabalho para que as pessoas deixem de ser exploradas", exortou. "O tráfico de pessoas é fruto da cultura em que vivemos, atualmente quase nos habituamos ao sofrimento do outro e é preciso se compadecer pelas pessoas traficadas", disse.


Nenhum comentário:

Postar um comentário