Páginas

quarta-feira, 26 de março de 2014

Bloco de Notícias: Manhã 26.03.2014.

O ARGONAUTA NOTÍCIAS DA MANHÃ.



- A Câmara dos Deputados aprovou o projeto do Marco Civil da internet. O texto manteve a neutralidade da rede que deverá ser regulamentada por um decreto da presidente Dilma Rousseff. Já a instalação de data centers no país foi retirada da medida que segue agora para o Senado.
- O Palácio do Planalto escalou o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, para defender a presidente Dilma Rousseff no episódio sobre a compra da refinaria de Pasadena pela Petrobras. Já a oposição pediu que a Procuradoria Geral da República investigue o período em que ela esteve a frente do Conselho Administrativo da estatal.
- A arrecadação de impostos atingiu um novo recorde no mês de fevereiro e o governo confirmou que existem estudos finalizados para o aumento de tributos em alguns setores produtivos. A previsão é que as taxas fiquem mais pesadas nos setores de bebidas frias e cosméticos
- O Rio de Janeiro vai consumir até 2030 cerca de 100% da vazão do Rio Paraíba do Sul para o rio Guandu. A projeção está em um estudo da Coppe/UFRJ sobre os recursos hídricos do estado
- Somente dois por cento dos casos de roubo no Estado de São Paulo são esclarecidos pela polícia. Segundo a Secretaria de Segurança Pública, no mês de fevereiro, o registro de ocorrências deste tipo foi 37 por cento maior que no mesmo período do ano passado. Foram quase MIL roubos por dia.
- O Coronel reformado do Exército, Paulo Malhães, prestou depoimento aos integrantes da Comissão Nacional da Verdade e disse que não se arrepende de nenhuma morte atribuída a ele durante a ditadura. O militar revelou detalhes de como funcionava a Casa da Morte de Petrópolis, no Rio de Janeiro, e outras bases ilegais do regime que ele chamou de "casas de conveniência"
- A Comissão da Verdade da Câmara Municipal de São Paulo pedirá ao Governador Geraldo Alckmin que destitua o delegado Dirceu Gravina do cargo. Ele é acusado de torturar presos políticos durante a Ditadura Militar. Gravina desistiu de participar de uma audiência da comissão, nesta terça-feira, ao ver que a reunião era aberta ao público e à imprensa.
- Trabalhadores de resgate encontraram mais corpos nos escombros de um deslizamento de terra devastador no Estado de Washington, no oeste dos Estados Unidos. No entanto, as autoridades não confirmaram o número exato de novas vítimas. Pelo menos 14 pessoas foram declaradas mortas no acidente, mas 176 permaneciam desaparecidas.

- Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, demitiu três generais da Força Aérea. Acusados de envolvimento em planos para um golpe de Estado, eles foram presos e colocados à disposição da justiça militar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário