Páginas

sexta-feira, 21 de março de 2014

Alunos de Odontologia Realizam Protesto.



O Centro Acadêmico de Odontologia de Arcoverde, entidade máxima que representa os discentes do curso de Odontologia da Universidade de Pernambuco, Campus Arcoverde, vem por meio deste relatar a situação caótica que vivem todos os estudantes desta instituição de ensino.

Inicialmente, é importante ressaltar que o curso funciona em uma escola estadual sem nenhuma estrutura física que comporte uma clínica odontológica e um laboratório pré-clínico. Existem três turmas em curso, no qual a primeira turma se encontra no quinto período da graduação. Como forma paliativa, a coordenação pedagógica realizou adequações na matriz curricular do curso para que os alunos não tivessem nenhum prejuízo até que os ambientes clínicos e pré-clínicos estivessem concluídos, já que foram prometidos para o inicio do semestre letivo (2014.1). Porém, nenhuma obra de reforma ou construção dos locais de prática foi iniciada até o momento.

Os estudantes encontram-se impedidos de dar continuidade ao curso devido à ausência de locais adequados à prática odontológica pré-clínica e clínica, indispensável na formação do Cirurgião-Dentista. Indignados, os estudantes foram à Secretaria Estadual de Saúde, responsável pelo financiamento das obras e compra dos equipamentos odontológicos, no dia 13 de Fevereiro de 2014. Em um diálogo, foi apresentada a solução de instalar os laboratórios e clínicas em módulos habitacionais.

Esses módulos seriam a solução provisória dos estudantes durante este ano letivo. Por isso, como presidente do centro acadêmico e representante dos estudantes, solicito encarecidamente o apoio na divulgação dessa situação.

No dia 13 de março, O governador de Pernambuco, Eduardo Campos, esteve visitando a cidade de Bom Conselho, os estudantes também estiveram presentes em forma de protesto, tentando conseguir uma reunião com o governador para uma negociação.


Nenhum comentário:

Postar um comentário