Páginas

terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Coluna Ensaio Geral - Chegou ...

O Dia Em Que Bom Conselho Parou.

Por:
Alexandre Tenório. 
                             

Não Perca !

Próximo dia 18 de janeiro, às 17 horas, no Colégio Nossa Senhora do Bom Conselho o lançamento do livro.

O Livro.

        É com grata satisfação, que informo aos senhores leitores, a chegada em nossa cidade dos exemplares do livro “O DIA EM QUE BOM CONSELHO PAROU”. Posso afirma com certeza que ficou um trabalho muito bonito, e com boas histórias para serem lida, segue abaixo um pouquinho do livro, vamos dar para vocês degustarem o PREFÁCIO que foi escrito por Dr. Daniel Feliciano Brasileiro, que estava presente em Recife neste dia.

PREFÁCIO

O DIA EM QUE BOM CONSELHO PAROU é o título do mais novo livro escrito por Alexandre Tenório Vieira.

Ele retrata um momento importante na história de Bom Conselho: O CAMPEONATO DAS CIDADES. Essa era a denominação da disputa entre municípios do nosso Estado. Bom Conselho x Surubim no auditório da TV Jornal, na Rua do Lima – Recife. Estava presente, torcendo ardorosamente pela minha querida Papa-Caça.

Interessante é que a disputa já tinha começado há vários dias entre nós, que residíamos na Casa do Estudante de Pernambuco, pois, lá encontravam-se bomconselhenses e surubinenses. Ninguém queria perder. Os nervos estavam à “flor da pele”. Finalmente chegou o grande dia e lá estávamos nós torcendo desenfreadamente. A torcida de Bom Conselho de um lado e do outro a de Surubim. Foi uma disputa acirrada, porém, no final, A GRANDE VITÓRIA: Bom Conselho venceu Surubim!

Até hoje lembro-me, com saudade, da comemoração que começou em Recife e teve seu clímax em nossa terrinha.

Recordo de cada detalhe. Fiquei irritado com Abel, quando o mesmo perdeu a disputa de tênis de mesa, pois, fui convidado para ser o jogador, porém, não aceitei devido aos compromissos com a faculdade.

Alexandre discorre, da forma que o caracteriza como escritor, todos os momentos daquele célebre dia. Este livro, como os demais, é muito interessante. O autor permeia o assunto principal com outros, por demais interessantes e hilários que ocorreram com pessoas que, com certeza, fazem ou fizeram parte da história de Bom Conselho.

Também vivenciei a maioria das passagens narradas pelo autor. Sou admirador dos escritos do meu primo, amigo e irmão Alexandre, que praticamente o vi nascer. As gerações futuras irão conhecer a história de um povo e seus personagens e, o mais importante, é que jamais se perderão na marcha inexorável do tempo.

Agradeço o convite para prefaciar este livro.

Continue Alexandre, com esta sua importante colaboração para a cultura de Bom Conselho.

A você, leitor, a certeza de uma excelente leitura, que irá fazer bem à sua saúde.

Um grande abraço.

José Daniel Brasileiro Feliciano

Nenhum comentário:

Postar um comentário